Coruja caburé, considerada a menor espécie do Brasil, é resgatada em Miracema Segundo a Defesa Civil, a corujinha foi salva das garras de um gato por um moradora

Segundo a Defesa Civil, a corujinha foi salva das garras de um gato por um moradora

Fotos: Divulgação/ Defesa Civil

Uma coruja Caburé, considerada a menor espécie do Brasil, foi resgatada das garras de um gato por uma moradora da Rua João Schelck, no Bairro Santa Teresa, em Miracema, no Noroeste Fluminense. De acordo com a Defesa Civil, a equipe foi acionada por volta das 19h20min desta quarta-feira (13/11). A corujinha foi encaminhada para a bióloga Renata da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que avaliou a saúde do animal. Segundo o órgão, não foram constatados ferimentos. (Continua após a publicidade)

Ainda segundo a Defesa Civil, a ave foi devolvida à natureza, no Parque Natural Municipal Dr. Wlaquer Oliveira. Até o momento já foram resgatados 88 animais na área urbana. A orientação aos moradores é acionar a Defesa Civil (199), Guarda Ambiental (38521100) ou o Corpo de Bombeiros (193) ao avistar animais silvestres em áreas urbanas. Medindo cerca de 16,5 centímetros, a coruja Caburé é tão pequena quanto um pardal e uma das menores corujas do mundo. Alimenta-se de outras aves, como pardais, sanhaçus e também de beija-flores, insetos, lagartixas e pequenas cobras.

Mais do SFn