CPI vai investigar irregularidades no serviço prestado por concessionárias de energia elétrica no RJ Nossa região é atendida pela Enel, que é responsável pelo fornecimento de energia em 66 municípios do estado

Nossa região é atendida pela Enel, que é responsável pelo fornecimento de energia em 66 municípios do estado

Fotos: SF Notícias

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) instalou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar irregularidades na prestação de serviço das concessionárias de energia elétrica Enel e Light. O grupo será presidido pela deputada Zeidan Lula, e terá na vice-presidência e relatoria os deputados Jair Bittencourt e Max Lemos, respectivamente.

“A população tem inúmeras reclamações em relação a essas empresas, seja em relação ao próprio fornecimento da energia, à prestação de serviços técnicos ou até mesmo à cobrança feita por elas. Por exemplo, mesmo com a Lei estadual 8.234/18, ainda é feita a cobrança por estimativa, o que é proibido”, destacou a deputada Zeidan.

A empresa Enel atua em 66 municípios fluminenses, enquanto a Light, em 31. Ambas figuram abaixo das 20 primeiras posições no ranking nacional de Desempenho de Continuidade feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2017. Durante o trabalho da comissão, serão ouvidos os representantes das empresas e seus trabalhadores e da população atendida.

Ainda compõem a comissão os deputados Bruno Dauaire, Fábio Silva, Jorge Felippe Neto e Mônica Francisco, como membros efetivos; e Dionísio Lins e Gustavo Schmidt, como suplentes.


Mais do SFn