segunda-feira , 11 novembro 2019

Cratera cresce a cada dia e já provoca vazamento de água em São Fidélis Ruas de vários bairros da cidade estão esburacadas. Orçada em R$ 509.990,00, a operação tapa-buracos iniciada pela Prefeitura, terminou sem que os diversos buracos fossem tapados 

Ruas de vários bairros da cidade estão esburacadas. Orçada em R$ 509.990,00, a operação tapa-buracos iniciada pela Prefeitura, terminou sem que os diversos buracos fossem tapados 

Fotos: SF Notícias

Os buracos não param de aparecer pelas ruas de São Fidélis. É difícil encontrar uma rua da cidade que não tenha um buraco. Um deles fica no entroncamento da Rua Duque de Caxias com a Euclides da Cunha. Na verdade nem é mais um buraco, mas uma verdadeira cratera, que cresce a cada dia e já provoca um vazamento na rede de água que passa pelo local. O ponto é crítico, pois já recebeu diversas camadas de asfalto nas últimas operações tapa-buraco, mas o buraco sempre volta dias após ser tapado. Além de danificar os veículos e provocar o vazamento, a cratera também pode provocar acidentes, já que muitos motoristas acabam indo na contramão para desviar. “Isso aqui está um perigo. Esse buraco está aqui desde abril e ninguém faz nada. Só foi crescendo até chegar nesse estado em que está hoje. É muito caminhão pesado que passa por aqui e só vai afundando“, disse uma moradora que preferiu não ser identificada.

Em abril, dias antes da Festa de São Fidélis, a Prefeitura começou mais uma operação tapa-buracos. Orçada em R$ 509.990,00 a operação terminou sem que os buracos fossem tapados, e aqueles que chegaram a ser tapados, já estão reaparecendo. Muitos dos buracos espalhados pelas ruas da cidade chegaram até a ser marcados pela empresa que estava fazendo a obra, mas o asfalto não chegou até eles, é o caso dessa cratera no entroncamento da Rua Duque de Caxias com a Euclides da Cunha. No dia 31 de julho o SF Noticias procurou a Prefeitura de São Fidélis, através da Secretária de Comunicação, para saber o motivo pelo qual a obra foi parada antes de ser concluída, mas até o momento, não recebemos nenhum posicionamento da administração municipal.

Mais do SFn