sexta-feira , 9 dezembro 2016
seca sao fidelis 8

Cresce número de nascentes protegidas no Noroeste Fluminense

23032016 2_1
Foto: divulgação

O programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura, vem trabalhando para aumentar a capacidade hídrica de São José de Ubá, no Noroeste Fluminense. Desde 2010, a campanha Água Limpa para o Rio Olímpico já protegeu 85 fontes de água, o que contribui para fortalecer as atividades econômicas do município, onde 65% dos moradores vivem na zona rural.

“O trabalho de conscientização dos produtores rurais para o manejo racional da água e a proteção das nascentes é antigo. Em 2010, com a criação da campanha, a aceitação deles passou a ser melhor”, explicou a supervisora do escritório da Emater-Rio em São José de Ubá, Norma Lúcia Vieira.

Ela recorda que, há alguns anos, os produtores apresentavam certa resistência em reservar parte de suas propriedades para a adoção de projetos ambientais. Com o subprojeto de proteção de nascentes, o trabalhador isola aproximadamente um hectare de área ao redor da fonte de água. Essa delimitação, feita com cercas, impede o acesso de animais, o pisoteio da terra e o consequente assoreamento do olho d’água.

A produtora Dinorah da Silva, da microbacia Córrego de Ubá, foi afetada pela escassez de água. Há quatro anos, teve que abandonar o cultivo de tomate, pimentão, pepino, milho e arroz. No ano passado, ela aplicou os recursos do Rio Rural na proteção de nascentes e está ansiosa para os resultados.

“Estamos esperançosos de que a preservação nos ajude a ter muita água para ver as lavouras prosperando de novo”, afirmou Dinorah da Silva.

Fonte: Rio Rural

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *