segunda-feira , 23 Abril 2018

Criminosos esquartejam rivais e colocam em caixas de “presente”, no Rio Crime aconteceu em retaliação ao assassinato de um estudante

Crime aconteceu em retaliação ao assassinato de um estudante

Fotos: Reprodução/ Facebook

Em retaliação a morte de um estudante, morto com um tiro nas costas por criminosos da favela do Pica Pau, os chefes do tráfico na Cidade Alta, onde o estudante morava, assassinaram dois traficantes da favela rival com requintes de crueldade.

Os corpos foram esquartejados, colocados dentro de caixas embaladas com papel de presente e com laço de fita. As caixas foram deixadas na entrada da favela.

Rodnei de Menezes, conhecido como Baratão, um dos líderes do crime na comunidade Cidade Alta, seria o responsável pela execução dos dois homens, identificados como Lorran e Gato. Matheus William, de 16 anos, era evangélico e não tinha envolvimento com o tráfico.


Mais do SFn