quarta-feira , 21 agosto 2019

Dengue e chikungunya: Em menos de 24h, PU de Miracema registra mais de 250 atendimentos A maioria dos pacientes atendidos apresenta sintomas das doenças; Durante este mês já foram realizados 17.461 atendimentos

A maioria dos pacientes atendidos apresenta sintomas das doenças; Durante este mês já foram realizados 17.461 atendimentos

Casos suspeitos de doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti têm aumentado o número de atendimentos no Posto de Urgência de Miracema. Até às 21h desta segunda-feira (22/04), foram registrados 254 atendimentos, de acordo com a direção da unidade.

A maioria dos pacientes atendidos apresenta sintomas de dengue e chikungunya, segundo a Prefeitura. Uma situação preocupante visto que as doenças podem levar a morte. Ainda segundo a administração, durante este mês o PU já registrou 17.461 atendimentos.

No Estado do Rio, o número de casos de dengue nos três primeiros meses do ano teve queda de 36% em comparação com o mesmo período do ano passado. Até o dia 16 de março deste ano, o estado notificou 2.960 casos da doença. No mesmo período de 2018, foram 4.624 casos. Também houve queda nos casos de zika, de 513 para 117. Entretanto, os casos de chikungunya aumentaram de 5.885 para 6.765.

Como solução para evitar mais casos das doenças, a Prefeitura de Miracema afirma que somente uma força tarefa entre o poder público e a população poderá vencer o mosquito, por meio de ações simples. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, bastam apenas dez minutos por dia, uma vez na semana, para que o morador realize uma vistoria completa em sua casa e elimine possíveis criadouros.


Mais do SFn