Deputado Paulo Feijó é condenado a mais de 12 anos de prisão pelo STF Acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Feijó pode perder o mandato

Acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Feijó pode perder o mandato

Fotos: Arquivo

O deputado federal Paulo Feijó (PR-RJ) foi condenado a 12 anos e seis meses de prisão em regime fechado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A pena foi determinada nesta terça-feira (02/05) pela primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que também determinou a perda do mandato e o pagamento de mais de 374 dias-multa. O deputado informou em nota que irá recorrer da decisão assim que a sentença do STF for publicada.

Segundo o STF, o caso é um desmembramento da operação Sanguessuga, da Polícia Federal, na qual foi revelado um esquema criminoso que desviava recursos públicos por meio da aquisição superfaturada, por prefeituras, de veículos – especialmente ambulâncias – e equipamentos médicos, com licitações direcionadas para favorecer o grupo Planan.

Mais do SFn