terça-feira , 21 novembro 2017

Detentas do presídio feminino de Campos ameaçam fazer rebelião após suspensão de visitas  Tumulto ocorreu em duas celas da penitenciária após familiares serem impedidos de entrar, devido a greve dos inspetores

Tumulto ocorreu em duas celas da penitenciária após familiares serem impedidos de entrar, devido a greve dos inspetores

Detentas do Presídio feminino Nilza da Silva Santos, em Campos

, ameaçaram realizar uma rebelião na manhã desta quarta-feira (18/01), devido a suspensão das visitas. Os familiares foram impedidos de entrar por inspetores de administração penitenciária, que estão em greve.

O tumulto ocorreu em duas celas da penitenciária. As presas gritaram, xingaram e chegaram a bater e balançar as grades. Em vídeos que circularam nas redes sociais as presas gritavam: “Se não tiver visita vai rolar rebelião”. A Polícia Militar foi acionada para fazer a segurança no local.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que a direção do Presídio conseguiu contornar a situação e ressaltou que o tumulto ocorreu em apenas duas das onze celas da unidade.


Mais do SFn