sábado , 10 dezembro 2016
horto 4

Dia da Árvore: reflorestamento busca recuperar nascentes em S.Fidélis

horto 5
Fotos: Vinnicius Cremonez

O Dia da Árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro e tem como objetivo principal a conscientização a respeito da preservação desse bem tão valioso. A data, que é diferente em outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul.

Em São Fidélis está sendo  feito um trabalho de reflorestamento de nascentes na zona rural do município, para recuperar fontes que estão sencando. Segundo o Secretario Municipal de Desenvolvimento Ambiental, Leandro Peixoto, na última sexta-feiras as equipes fizeram o trabalho em nascentes ao redor da localidade de Ernesto Machado. Ao todo já foram plantadas 150 mudas nativas.

A árvore é um grande símbolo da natureza e é uma das mais importantes riquezas naturais que possuímos. As diversas espécies arbóreas existentes são fundamentais para a vida na Terra porque aumentam a umidade do ar graças à evapotranspiração, evitam erosões, produzem oxigênio no processo de fotossíntese, reduzem a temperatura e fornecem sombra e abrigo para algumas espécies animais.

horto 1Além disso, entre as diversas espécies arbóreas existentes, incluem-se várias plantas frutíferas, como é o caso da mangueira, limoeiro, goiabeira, abacateiro, pessegueiro e laranjeira.

Além de produzirem alimento, as árvores também possuem outras aplicações econômicas. A madeira por elas produzidas serve como matéria-prima para a criação de móveis e até mesmo casas. A celulose extraída dessas plantas, principalmente pinheiros e eucaliptos, é fundamental para a fabricação de papel. Além disso, algumas espécies apresentam aplicabilidade na indústria farmacêutica por possuírem importantes compostos.

São Fidélis é considerado o município que mais desmata no Rio de Janeiro. O desmatamento afeta diretamente a vida de toda a população, que passa a enfrentar erosões, assoreamento de rios, redução do regime de chuvas e da umidade relativa do ar, desertificação e perda de biodiversidade.

horto 2

SFn