sexta-feira , 2 dezembro 2016
disque denúncia noroeste

Disque Denúncia Noroeste completa 15 anos de combate ao crime, mas enfrenta problemas para permanecer funcionando

disque denúncia noroeste f

Uma importante ferramenta de combate ao crime e de proteção à população do Noroeste Fluminense, completa 15 anos nesta quarta-feira (27/07). Em todos esses anos, o Disque Denúncia Noroeste recebeu 22.953 ligações, sendo a maioria delas, um total de 17.618, denúncias registradas e 24% delas, com resultados positivos. Esse número poderia ser maior se todos os órgãos respondessem ao Disque Denúncia.

O Disque Denúncia Noroeste recebe denúncias de crimes e denúncias que competem a diversos órgãos das prefeituras, assim como Ministério Público, Ampla, Cedae, Ministério do Trabalho, Tribunal Eleitoral, entre muitos outros. Os atendentes também recebem ligações de agradecimento, elogios e até desabafos.

Segundo a coordenadora regional, Sheila M. S. Kort-Kamp, a unidade recebe muitas denúncias, e algumas delas, levam um tempo maior para ter um resultado. “São muito mais denúncias sendo apuradas do que com resultado, porque algumas levam um tempo maior para surtir efeito, sem contar, que alguns órgãos, nunca respondem. droga itaperuna rCerca de 24% de resultados, são prisões e apreensões realizadas pelo 29º BPM, que nos acolhe tão bem! Temos um relacionamento bem estreito e bacana. Somos parceiros de verdade”.

Mesmo sendo fundamental para a nossa região, o Disque Denúncia enfrenta problemas, e pode ter suas atividades suspensas a qualquer momento. O DDN atende aos 14 municípios da região, e necessita de apoio para continuar funcionando. Todos os contratos mantidos pelo governo foram cancelados, e as prefeituras e empresários, se negaram a colaborar financeiramente. A unidade funciona em uma sala na sede do 29º Batalhão de Polícia Militar de Itaperuna, sala que foi cedida pela Secretaria de Segurança. As despesas de funcionários são pagas graças ao intermédio dos comandantes do 6º Comando de Policiamento de Área e do comandante do 29º BPM.

batalhão de itaperuna 2Por falta de dinheiro para pagar funcionários, o atendimento que era de 24 horas por dia e nos sete dias da semana, precisou ser reduzido. Atualmente, o atendimento noturno foi suspenso. Em julho do ano passado, o DDN lançou o atendimento pelo WhatsApp (22) 9.9860-1177, para facilitar as ligações de outros municípios, já que não foi possível uma parceria para diminuir o custo de ligações de outras cidades.

“As pessoas que quiserem denunciar, que se sentem incomodadas com alguma situação, que viram algum tipo de irregularidade e que não querem compactuar com isso, tem duas formas de fazer isso, sem que para isso, precisem se expor ou se identificar: o 3822-1177 ou o 9.9860-1177. disque denúncia sfTodas as ligações, mensagens de texto ou de WhatsApp, são anônimas, garantia do Disque Denúncia, que em 20 anos de funcionamento no Rio de Janeiro e 15 anos de atendimento em Itaperuna e região, nunca vazou uma informação ou a identificação de alguém”, concluiu a coordenadora regional Sheila M. S. Kort-Kamp.

Se você acredita no trabalho do Disque Denúncia Noroeste e acha essa ferramenta importante para nossa região, que não deve acabar e que queiram contribuir, seja empresário e até mesmo a população, entre em contato com o setor administrativo do DDN através do telefone (22)3824-6669.

policia itaperuna 47

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *