quarta-feira , 19 dezembro 2018

Dois dias antes de morrer, petroleiro orou e cantou em culto na plataforma; Veja o vídeo Sandro morreu neste domingo (25), quando fazia manutenção em um guindaste; Corpo ainda está na plataforma

Sandro morreu neste domingo (25), quando fazia manutenção em um guindaste; Corpo ainda está na plataforma

Fotos: Reprodução

Dois dias antes de sofrer o acidente que tirou sua vida, o petroleiro Sandro Ferreira da Silva, de 42 anos, orou e cantou em um culto, realizado na quinta (22) na plataforma PNA-2, localizada na Bacia de Campos. Ele morreu neste domingo (25) quando fazia a manutenção em um guindaste na plataforma.

Durante o culto, Sandro leu alguns versículos do primeiro capítulo do livro de Thiago. “Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte” – diz um dos versículos. Durante uma oração ele disse “Porque sabemos pai que podemos chegar até o final basta buscarmos o Senhor. E lá no final o Senhor nos dará a coroa da vitória”.

Sandro tocou violão e cantou as músicas “Raridade”, “Grande é o Senhor”, “Marca da Promessa”, “Se eu me humilhar” e também a música “Lindo és”, que em um dos trechos diz “Me leva à sala do trono, mostra a Tua beleza, quero ver Tua face”. Os vídeos foram postados no grupo Embarcados em Cristo PNA 2.

Continua após o vídeo

Quase 24 horas após a morte do petroleiro, o corpo do trabalhador continua a bordo da unidade. Segundo informações apuradas pelo Sindipetro-NF junto à Petrobrás, a retirada do corpo do local do acidente é uma operação delicada, em razão da altura de dez metros do piso da plataforma e do difícil acesso. O trabalho será feito por uma equipe especializada dos bombeiros.

A família, que é de Marataízes – ES, aguarda pelo corpo em Macaé. Nas redes sociais, amigos lamentaram o ocorrido. “Um grande amigo de Paineiras crescemos tudo junto não dá para acreditar”; “Pessoa Maravilhosa, o que nos confortar é saber que está nos braços do Pai”. A morte também abalou os colegas, para estes o Sindicato orienta que solicitem, se julgarem necessário, o desembarque.


Mais do SFn