É fake! Inmet esclarece boato sobre forte onda de calor em fevereiro Mensagem falsa informando que o mês de fevereiro será o mais quente da história vem sendo compartilhada nas redes sociais

Mensagem falsa informando que o mês de fevereiro será o mais quente da história vem sendo compartilhada nas redes sociais

Moradores do Sudeste, e também de outras regiões, estão sofrendo com as altas temperaturas que vem sendo registradas. Com esse calor intenso que já incomodou durante praticamente todo o mês de janeiro, uma mensagem que começou a ser divulgada nas redes sociais nesta quinta (31/01) deixou a população assustada.

“Institutos de meteorologia alertam para uma forte onda de calor em fevereiro..A defesa civil e os telejornais não divulgam para não assustarem a população, mas segundo Inmet ( Instituto Nacional de Meteorologia) e Institutos do Chile, divulgam que será o fevereiro mais quente que se terá registro na história de medições. Por isso, crianças e idosos, pessoas com problemas de pressão e cardiovasculares terão atenção especial..Muita água..Nada de exercícios depois das 8 da manhã e antes das 18 da noite…E detalhe , não há previsão para um dia sequer de chuva..A defesa civil também prevê desabastecimento da água e energia.. Fica a dica..Nada de crianças e idosos em praias e piscinas nesse período de horário..Repassem para que as pessoas estejam informadas e tomem os cuidados necessários” – diz a mensagem. 

Foto: Reprodução

Como na maioria das fake news, alguns detalhes já mostram que o texto é falso. Por exemplo, o tom muito alarmante, as informações vagas (sem precisar onde o fenômeno iria acontecer) e o pedido de compartilhamento. A mensagem traz ainda fontes confiáveis, o que pode gerar ainda mais desespero a quem lê, como o Instituto Nacional de Meteorologia e Institutos do Chile.

Mas, em sua página oficial, o Inmet já desmentiu o boato. “O Instituto Nacional de Meteorologia esclarece que o texto recentemente veiculado nas redes sociais sobre uma previsão de forte onda de calor no mês de fevereiro não procede, não possui qualquer fundamento técnico/científico e nenhuma base de estudo ou pesquisa climatológica ou de previsão climática, tratando-se, portanto, de NOTÍCIA FALSA” – informou o instituto.

A informação de que o “mês de fevereiro será o mais quente da história” também não consta nos portais oficiais de previsão do tempo do Brasil, nem em outros sites confiáveis. Antes de compartilhar qualquer informação, é importante que o internauta cheque as fontes, para não propagar notícias falsas que gerem preocupação.


Mais do SFn