segunda-feira , 26 agosto 2019

Em 2019, Detran-RJ leiloa mais de 9 mil veículos e arrecada R$ 2,5 milhões Esvaziar os pátios com veículos acautelados há anos era uma das metas do Detran-RJ

Esvaziar os pátios com veículos acautelados há anos era uma das metas do Detran-RJ

Em três leilões realizados em 2019, o Detran.RJ bateu a marca de 9.171 veículos arrematados. Esvaziar os pátios com veículos acautelados há anos era uma das metas da gestão atual, que assumiu em janeiro. O total das vendas dos três leilões gerou uma arrecadação de aproximadamente R$ 2,5 milhões, além de reciclar cinco toneladas de material ferroso.  O terceiro leilão deste ano ocorreu na última segunda-feira (22/07), com a oferta de 6.956 veículos classificados como inservíveis e acautelados nos pátios de Niterói, Santa Cruz da Serra e Duque de Caxias. Os lotes foram arrematados por duas empresas que vão reciclar cerca de quatro toneladas de material ferroso.

O leilão, realizado pela leiloeira Juliana Vetorazzo, aconteceu na sede do departamento, no Centro do Rio, e contou com a participação de oito empresas previamente cadastradas. Os lotes dos depósitos de Duque de Caxias e Santa Cruz da Serra foram arrematados pela empresa Gerdau, que pagou R$ 0,45 e R$ 0,55 o quilo, respectivamente. O lote do pátio de Niterói foi adquirido pela empresa MJ Reciclagens, no valor de R$ 0,50 o quilo. “O Detran.RJ não realizava um leilão de sucatas desde 2014. Em apenas sete meses, conseguimos promover três leilões de veículos inservíveis,  o que permitirá a desocupação dos pátios.  Além da economia gerada, estamos colaborando efetivamente com o meio ambiente. Quero parabenizar a todos os envolvidos nessa conquista”, declarou o vice-presidente do Detran.RJ, Marcelo Bertolucci.

As empresas que arremataram os lotes devem realizar os preparativos da descontaminação e posterior prensagem em 90 dias, contados a partir da emissão do contrato, sendo permitida a comercialização do material ferroso apenas para indústria siderúrgica, que deverá possuir licença ambiental para o desenvolvimento de atividades inerentes à trituração e à reciclagem de sucatas de veículos.


Mais do SFn