Em ação conjunta, polícia identifica bandidos que perseguiram e roubaram estudantes em São Fidélis As vítimas, que voltavam da faculdade em Campos, foram perseguidas ao descerem do ônibus da prefeitura

As vítimas, que voltavam da faculdade em Campos, foram perseguidas ao descerem do ônibus da prefeitura

Foto: PM

Em uma ação conjunta, a polícia conseguiu identificar, localizar e apreender dois menores de idade que perseguiram e roubaram dois estudantes na noite da última segunda-feira (22/10) em São Fidélis. As vítimas, que voltavam da faculdade em Campos, foram perseguidas ao descerem do ônibus da prefeitura.

Em um determinado ponto do Centro da cidade, os menores – um de 14 e outro de 16 anos – abordaram os estudantes, anunciaram o roubo e exigiram os celulares. Uma das vítimas ainda foi atingida com um chute. Os bandidos foram identificados e localizados em uma ação conjunta de investigação e levantamento de dados feita pelo sargento Duarte, cabo Cortes (PMs) e o inspetor Pedro da Polícia Civil.

Os celulares roubados já haviam sido negociados. Um deles por R$ 200,00 e, o outro, em uma troca por outro aparelho. os dois receptores também foram identificados e os celulares recuperados. Os autores foram encaminhados para a delegacia, mas por serem menores, foram liberados após prestarem depoimento.

Outros casos nessa semana 

Uma moto foi furtada na manhã da última segunda-feira na Vila Nova, região Central de São Fidélis. O veículo – modelo Honda Biz 100 de cor preta e placa KQU 0159 – estava estacionando na Rua Dr. Faria Serra, próximo de uma loja de calçados.

Ainda nessa semana, uma moradora  usou as redes sociais para relatar uma tentativa de assalto que sofreu no Centro da cidade. Segundo a vítima, ela estava conversando com uma amiga em uma calçada da Rua Dr. Faria Serra quando quatro garotos viraram a esquina gritando para “passar o celular”: “Uns pivetes andando com pedaço de pau pedindo pra pessoa passar tudo. Não deixem suas casas abertas, cuidado que eles estão passando de madrugada e arrastando tudo! São Fidélis perdeu a segurança de nem poder sentar mais na calçada pra conversar” – escreveu a moradora.


Mais do SFn