1

Em ação do USE, ônibus do Hemocentro faz coleta de sangue em São Fidélis para armazenar estoque

2
Fotos: Matheus Berriel.

Nesta quinta-feira (02.06), a unidade móvel do Hemocentro Regional de Campos dos Goytacazes está na Praça Guilherme Tito de Azevedo, em São Fidélis recolhendo sangue para alimentar o estoque, que precisa de no mínimo 70 doações diárias para ficar equilibrado, e atualmente está recebendo uma média de apenas 30, o que está fazendo com que algumas cirurgias sejam desmarcadas. A presença do ônibus em São Fidélis é mais uma ação do “USE – Um Sorriso de Esperança”, projeto voluntário organizado por jovens fidelenses.

– Essa ideia já vem acontecendo ao longo dos anos. A gente já esteve em São Fidélis em outras oportunidades, só muda quem convida e organiza. Hoje, estamos aqui novamente a convite do USE. Em relação às doações, nós só podemos dar um parecer ao final dos trabalhos, porque aí fazemos a contabilidade de quantos vieram se cadastrar, quantas bolsas saíram desses cadastros, se teve alguma intercorrência e também quantas pessoas não puderam doar – disse Daniela Tudesco, médica hematologista e hemoterapeuta do Hemocentro.

De acordo com a médica, o limite de doações por dia na unidade é de 90, número máximo de bolsas sanguíneas que podem ser armazenadas no ônibus do Hemocentro. Para disponibilizar a vinda da unidade móvel, o USE recolheu uma lista de 100 pessoas dispostas a doar. Até às 10h40, já haviam sido feitas 53 doações e haviam cerca de dez pessoas na fila. A expectativa é que a quantidade máxima permitida seja alcançada até às 15h, horário em que serão encerradas as doações.

4– A resposta das pessoas está ultrapassando o que a gente imaginava. Nós chegamos aqui às 7h e já tinha gente esperando. Acredito que vamos ter doadores sobrando hoje, e vamos ter que tentar trazer o ônibus do Hemocentro novamente em breve. Ficamos felizes, e esperamos que a população continue colaborando em relação a isso. Sempre que as pessoas puderem, que doem não só aqui, mas também na sede do Hemocentro, em Campos, porque é muito importante. Sabemos de casos de vários pacientes, inclusive pessoas de São Fidélis, que tiveram cirurgias desmarcadas por falta de estoque – comentou Kamilla Xavier, uma das colaboradoras do USE, que foi também uma das doadoras.

Podem doar sangue os jovens e adultos de 16 a 67 anos, com mais de 50kg, que não estejam em jejum, nem tenham ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas. Para doar é preciso levar um documento original de identidade com foto. Os menores de idade devem preencher um formulário próprio fornecido pelo Hemocentro, com o consentimento formal e uma cópia da identidade do responsável legal. Os idosos com mais de 60 anos só poderão doar se já tiverem sido doadores em outra ocasião.

3

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *