quarta-feira , 12 dezembro 2018

Em menos de 2 anos, Padre em São Fidélis já pedalou 12 mil KM por estradas do Norte e Noroeste Fluminense Ainda este ano, Padre Gaspar e mais 11 fiéis vão pedalar os mais de 500 quilômetros entre São Fidélis e o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo

Ainda este ano, Padre Gaspar e mais 11 fiéis vão pedalar os mais de 500 quilômetros entre São Fidélis e o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo

Imagens: arquivo pessoal

Responsável por grandes realizações na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em São Fidélis, o Padre Gaspar Pelegrini vem chamando a atenção pela disposição e ganhado cada vez mais seguidores. O motivo, as aventuras sobre duas rodas, mais precisamente, sobre uma bicicleta. Na companhia de membros da Paróquia ou de ciclistas de outra religião, o Padre já percorreu os quatro cantos de São Fidélis, indo inclusive, para municípios vizinhos.

A última ‘pedalada’ foi no último dia 28, quando saiu de Varre-Sai, no Noroeste Fluminense, e seguiu para São Fidélis. Sim, 141 quilômetros pedalando ao lado de um fiel companheiro nas aventuras sobre duas rodas. Em menos de dois anos, o Padre já pedalou 12 mil quilômetros. A meta para este ano é pedalar 10 mil, meta que será atingida em dezembro, segundo o Padre, que já pedalou 5 mil quilômetros nesses seis últimos meses.

“Quando eu morava em Campos eu pedalava, mas quando vim para São Fidélis, parei de tudo. Em janeiro do ano passado tomei consciência de que precisava fazer alguma atividade física, pois estava muito acima do peso, e com o tempo, poderia ter muitos problemas de saúde”, conta o Padre.

Cachoeira de Cambuci

Padre Gaspar contou que começou devagar, com orientação médica, mas que aos poucos foi aumento as distâncias e o ritmo, eliminando assim, o peso. “Fui pegando dicas com ciclistas experientes”. Logo nas primeiras aventuras, o Padre encarou a subida da Serra do Aracaju, que liga o Palmital ao Rio do Colégio.

Cachoeira do Recreio

No primeiro ano sobre duas rodas, Padre Gaspar pedalou 7 mil quilômetros, atingindo a meta que ele mesmo se propôs. Ele já passou por Pureza, Penedo, Camarão, Casa Branca, Bela Joana, Cachoeira do Oriente, Cachoeira do Recreio, Serra de São Benedito, São Cosme, Grumarim, Santa Catarina (localidades da zona rural de São Fidélis, Cambuci, Cardoso Moreira, Italva, Morro do Itaocara e Usina Sapucaia, em Campos, além de outras cidades e localidades entre Varre-Sai e São Fidélis.

Morro do Itaoca, em Campos

O Padre e outras onze pessoas se preparam para um grande desafio, a Bike Romaria. O grupo vai percorrer os mais de 500 quilômetros entre São Fidélis e o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo. Além dos doze fiéis pedalando, uma pessoa irá acompanhar o grupo em um carro de apoio.

O Padre também incentiva o uso da bicicleta na Paróquia de Nossa Senhora Parecida, em São Fidélis, realizando passeios ciclísticos entre a Paróquia e Capelas da zona rural, como mostra essa última imagem.


Mais do SFn