domingo , 11 dezembro 2016
nova manifestacação 1

Em novo ato, moradores e ciclistas cobram ciclovia prometida

nova manifestação coroados 3
Fotos: Vinnicius Cremonez

Cansados de esperar pelo poder público, moradores e ciclistas realizaram uma nova manifestação no final da tarde desta terça-feira (15/12) em São Fidélis. Os moradores e os ciclistas pedem a construção de uma ciclovia, algo prometido durante campanha eleitoral. A prefeitura nova manifestação coroados 2chegou a anunciar o início das obras em um jornal.

Durante a manifestação, panfletos foram distribuídos, Assinaturas também estão sendo coletadas para um abaixo-assinado, que será entregue ao Governo do Estado.

De acordo com a Polícia Militar que enviou duas viaturas para acompanhar o ato, o trânsito na Rua Duque de Caxias, única ligação entre o Centro e a Vila dos Coroados, ficou fechado por 20 minutos, o que provocou um grande congestionamento nos dois sentidos da via.

A rua também recebe todo o trânsito de caminhões, carretas e ônibus da RJ-158, rodovia que liga o Norte ao Noroeste Fluminense.

As manifestações começaram após um novo acidente ser registrado na via. No último dia 16, a ciclista Nazaré Aparecida Klein, de 44 anos, morreu após ser atingida por um caminhão da Prefeitura de São Fidélis. Ela seguia em sua bicicleta para o Centro da cidade. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas ao chegar no local, a vítima já estava sem vida.

nova manifestação coroados 5A primeira manifestação foi realizada no final do mês de novembro, e no mesmo dia, também foi realizada uma reunião onde prefeito, vice, vereadores e outras lideranças políticas foram convidadas para dar esclarecimento à população, mas nenhum deles estiveram na reunião.

Segundo a Associação Cultural Fidelense, novas manifestações irão passar a acontecer com frequências, até que o prefeito compareça ao bairro para explicar o não início das obras. Para a associação, a verba teria sido perdida após a Polícia Federal deflagrar a operação “Ave de Fogo” em São Fidélis, em agosto de 2014, já que a empresa vencedora da licitação estaria envolvida na operação.

“Estamos abertos ao diálogo, mas as autoridades não compareceram quando a população chamou. Agora iremos continuar com os atos até que uma providência seja tomada em relação à ciclovia”, disse Nelzimar Lacerda, presidente da Associação Cultural Fidelense, que irá entrar com uma ação popular pedindo a construção da ciclovia.

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *