quarta-feira , 7 dezembro 2016
praça obra 7

Em São Fidélis, praça é aberta ao público antes de conclusão de obras e sem muitas novidades

obra praça 3
Fotos: Matheus Almeida / Vinnicius Cremonez

Com quase um ano e meio de atraso, as obras no Jardim Major Elvídeo Costa no centro de São Fidélis  ainda não chegaram ao fim, mas esta semana depois de muito tempo os fidelenses puderam usufruir do espaço público novamente, Os tapumes que cercavam o local foram retirados e a praça iluminada novamente.

Mesmo em meio a restos de materiais e objetos espalhados  as pessoas voltaram a frequentar o local que após tanto tempo cercado, como aconteceu com a ponte metálica do município, não trouxe muita novidade. Apenas rampas de acessibilidade foram agregadas a praça, o que causou decepção a população que tanto aguardou para ter seu jardim suspenso de volta.

Em fevereiro do ano passado, em uma das reportagens feitas pelo SF Notícias, um funcionário da empresa responsável pela obra disse que ela poderia Praça-31ser entregue antes mesmo do tempo, mas não aconteceu.

Construído em 1971 na administração do prefeito Humberto Lusitano Maia, o Jardim Major Elvídeo Lopes da Costa, fidelense, nascido no dia 21 de fevereiro de 1875, também é conhecido como ‘praça dos namorados’. A obra de reforma e revitalização da praça estava orçada em R$ 369.342,18 e foi realizada em um convênio do Governo Federal com a prefeitura.

Muitos questionam o tempo em que a praça ficou fechada para a obra e que nada de diferente foi feito; como o caso desse pai que levou seu filho de dois anos para tentar brincar na praça. Ele preferiu não se identificar.

obra praça 2“É complicado e perigoso; tenho que redobrar a atenção com meu filho, mas pelas condições que se encontra a praça, não posso deixar meu filho sozinho brincando e ficar sentado no banco. Ele  pode subir em uma madeira, ou tropeçar em algum lugar, pegar uma dessas pedras. Tá muito perigoso. É uma vergonha. Ficou tanto tempo praça obra 8fechada pra abrir inacabada e sem nada de diferente”.

“A única coisa de diferente é a rampa para deficientes. O resto não mudou nada. Os bancos só ganharam uma pintura. Ao invés de melhorar, eles pioraram. Tiraram todas as árvores e plantas que haviam aqui”, disse outro morador que encontramos na praça.

A praça foi aberta durante a festa de São Fidélis desde ano, com a alegação de que o local estava escuro e oferendo perigo aos moradores e visitantes. De acordo com a prefeitura, as obras seriam retomadas após a festa. Porém, isso não aconteceu e, a população continua usando o local como se já estivesse sido inaugurado.

Além de uma casa de obras, existem ferros, madeiras, pedras, areia e diversos outros materiais usados na obra espalhados pela praça. Até a estátua de Zumbi dos Palmares está abandonada. A placa indicando o valor, início e prazo de conclusão, foi retirada.

praça obra 1

SFn