quinta-feira , 20 junho 2019

Em simulado, bombeiros de São Fidélis socorrem vítimas de incêndio em supermercado Este foi o primeiro simulado realizado pelo Destacamento neste ano; Objetivo é ampliar o nível de conhecimento e capacidade operacional dos militares

Este foi o primeiro simulado realizado pelo Destacamento neste ano; Objetivo é ampliar o nível de conhecimento e capacidade operacional dos militares

Imagens: SF Notícias

Sons de sirenes, explosões e um clima tenso. O cenário dava a entender que um grave acidente havia ocorrido nos fundos de um supermercado, na Rua Maestro Acir Barbosa, em São Fidélis. Mas, tudo fazia parte de mais um simulado realizado pelo Destacamento 2/5 do Corpo de Bombeiros do município, o primeiro deste ano.

O acidente fictício chamou a atenção de moradores e de populares que passavam pelo local. Na simulação, um incêndio atingiu o porão do estabelecimento, deixando dois funcionários em estado grave. Um deles foi eletrocutado e ficou inconsciente. O outro, em uma tentativa de ajudar, acabou desmaiando após inalar a fumaça.

“É um porão com vários compartimentos, com grades. A gente simulou uma pessoa tomando um choque e ficando desacordada, o que pode acontecer realmente. E a segunda vítima foi resgatar essa pessoa, não sabia que tinha começado o incêndio, se intoxicou com a fumaça e desmaiou. Isso é algo possível de acontecer e por isso a gente fez o treinamento em cima disso, pela dificuldade do acesso” – disse o capitão Defanti, atual comandante do Destacamento do município.

Continua após o vídeo

Com máscaras, cilindros de oxigênio e traje especial, os militares desceram até o porão para avaliar a situação, apoiados por outros militares que ficaram no andar superior, o depósito do supermercado. As duas vítimas desacordadas foram colocadas em macas e encaminhadas para a ambulância. Tudo isso em menos de 30 minutos.

“Os bombeiros tem instrução todos os dias de expediente e duas vezes ao ano são avaliados, então tem uma prova teórica e a prova prática que é o simulado. Geralmente o comandante escolhe um ponto crítico na região e faz um plano de operações em cima daquele ponto” – explicou o Capitão Gomes, ex-comandante do Destacamento de São Fidélis e atual chefe operacional do 5º GBM, que avaliou o simulado.

“A gente tem o objetivo de prestar cada vez um melhor atendimento a população. A gente sabe a importância que tem o centro comercial para o município, como gera emprego, e dar um atendimento rápido para evitar o maior dano possível a esse bem, a vida, é o que a gente prioriza e tem buscado sempre fazer com excelência” – ressaltou o capitão Defanti, que avaliou como positiva a atuação e tempo resposta dos militares.


Mais do SFn