Envolvido em assalto em Bom Jardim é preso pela Polícia Militar Além de levar cerca de R$ 15 mil, suspeito agrediu e amarrou a vítima

Além de levar cerca de R$ 15 mil, suspeito agrediu e amarrou a vítima

Fotos: SF Notícias

Um homem de 53 anos foi preso acusado de envolvimento em um assalto ocorrido no dia 20 de outubro do ano passado  em um sítio no município de Bom Jardim. O crime aconteceu na localidade conhecida como Barra “Alegre”, onde o proprietário de uma casa foi agredido com facas durante o assalto.

Paulo Hernani Gomes, conhecido como “Paulinho”, que e natural do Paraná, foi preso na tarde de ontem (17/01) por policiais militares do Patamo I quando a guarnição deixava o 11º BPM. De acordo com os PMs, o acusado ser mostrou nervoso ao ver a guarnição, e durante a abordagem, foi constatado que havia um mandado de prisão preventiva em aberto pelo Artigo 157 (roubo). Ele foi encaminhado para a 151ª Delegacia Legal de Friburgo, de onde será levado para uma unidade prisional.

Relembre o caso

No dia 20 de outubro do ano passado um sítio foi invadido na localidade conhecida como “Barra Alegre”. A vítima relatou que o suspeito chegou a sua propriedade, chamou-lhe pelo nome e, após uma conversa, sacou um revólver e anunciou o assalto. A vítima entregou cerca de R$ 13 mil que havia recebido como pagamento, mas o acusado continuou a exigir mais dinheiro, dizendo que sabia que tinha uma quantidade maior na casa, e começou a agredi-lo com uma faca.

A vítima, então, entregou cerca de R$ 15 mil reais. A quantia estava guardada no interior da casa. Antes de ir embora, o bandido ainda amarrou o proprietário do sítio, que só conseguiu se soltar para pedir ajuda após duas horas.

Já havia sido levado para a delegacia 

No dia 02 de novembro Paulo havia sido detido na Rua João Jacinto de Carvalho, no bairro Volta da Cachoeira, em Bom Jardim, e levado para a delegacia pela mesma guarnição, mas como não foi preso em flagrante, foi autuado e liberado. Nesse dia ele havia dito que gastou cerca de R$ 1500,00 com móveis e que havia depositado o restante em um banco. Um inquérito foi instaurado e a Polícia Civil pediu à Justiça um mandado de prisão, que foi cumprido ontem pelos policiais do Patamo I.


Mais do SFn