quinta-feira , 21 setembro 2017

Equipes tentam capturar macaco que atacou crianças em Cordeiro Segundo moradores, pelo menos três pessoas foram atacadas em menos de um mês, entre elas, duas crianças

Segundo moradores, pelo menos três pessoas foram atacadas em menos de um mês, entre elas, duas crianças

Fotos: SF Notícias

Homens do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), do Parque Estadual do Desengano, da 3ª Unidade de Polícia Ambiental e do Corpo de Bombeiros tentam capturar um macaco que atacou duas crianças nos últimos dias em Cordeiro.

O último ataque foi registrado na tarde de ontem (28/12), onde uma menina de 5 anos, que estava brincando na piscina no quintal de sua residência, foi atacada pelo macaco da espécie Bugio. Ela foi socorrida pelos familiares com ferimentos graves na cabeça e levada para o Hospital Antônio Castro, onde permanece internada na enfermaria.

Segundo moradores, esse teria sido o terceiro ataque registrado no município, sendo o segundo em criança. No último dia 11, um menino de oito anos ficou gravemente ferido ao ser atacado pelo primata. Ele estava com sua irmã de seis anos e sua mãe fazendo um piquenique no local conhecido como mata do posto.

Segundo familiares do menino, o macaco estava em cima de uma árvore, e em questão de segundos, o animal teria descido e mordido o menino. A criança teve ferimentos na cabeça e em uma das mãos, e foi preciso levar cerca de 40 pontos. Reveja a matéria AQUI.

Biólogos do Instituto Estadual do Meio Ambiente (Inea) e equipes do Parque Estadual do Desengano estiveram na tarde de ontem em Cordeiro para monitorar o macaco. Eles registraram o ataque de ontem e decidiram fazer a captura do animal e a remoção dele para outra região, provavelmente para o Parque Estadual do Desengano.


Mais do SFn

SFn