segunda-feira , 20 novembro 2017

Escola de Música Amor de Índio fecha o ano em grande estilo com recital que marca mais um momento cultural em São Fidélis

DSC_0004vfvd[1]
Fotos: Nelzimar Lacerda
A escola de música Amor de Índio, dirigida pela professora – Célia Furtado realizou na noite de quinta-feira (19) no restaurante Casa do Peixe, grande recital com apresentação dos alunos, marcando-se, assim, mais um momento cultural na Cidade Poema. A escola conta com 30 alunos de várias idades, de modo ainda que Célia administra esse trabalho há mais de vinte anos.

Por integrar a Associação Zona Cultural Fidelense (fundada em 2012), um dos maiores desejos de Célia e de todos que a conhecem, é que esse trabalho seja expandido para as crianças, adolescentes e jovens de comunidades carentes dentro do município, como uma forma de libertação do estado de vulnerabilidade em que boa parte se encontra para o submundo das drogas, bebidas e ociosidade.

Mediante tal preocupação e por  não haver nenhum projeto sociocultural no município voltado, especificamente, para tal finalidade, considera-se que esse projeto e assim como outros possam minimizar tais problemas, além da música ser considerada uma grande auxiliadora na terapia e cura de problemas emocionais. Por enquanto, a escola não conta com nenhuma parceria na localidade, e, por ser particular, conta somente com alunos que podem pagar uma pequena mensalidade, além da compra de violões.

Por conta disto, encontra-se elaborado pela associação e da qual Célia faz parte, o projeto “Musicalizando a Vida”  e cuja diretoria está no aguardo pela abertura de editais e possibilidades de convênios com empresas e demais órgãos de governo, para que possa ser implantado no próximo ano.

DSC_0072[1]A escola Amor de Índio foi instituída em homenagem a Francisco da Silva Furtado, conhecido como ‘Índio do bandolim’ que faleceu em maio de 2009. Índio, foi um grande músico, cuja herança  genética está também presente na sua filha Célia Furtado que, além de tocar, canta e desenvolve, também, nas aulas com seus alunos, a arte do canto.  Através do trabalho que desempenha com as crianças, adolescentes, jovens e adultos em suas aulas de violão, e que muito tem contribuído para a arte e cidadania, é considerado destaque na cultura fidelense por  despertar interesse e convites por parte de outros municípios da região, para apresentações e implementação desse ofício como sendo uma das vertentes culturais que muito auxiliam na arte e cidadania.

Mesmo com toda simplicidade da sua residência – onde as aulas são ministradas e, por não contar com um espaço maior para atender aos muitos interessados, a professora Célia distribui da melhor forma possível seus horários para executar seu ofício. O endereço da escola é  rua Osmar de Assis Maia, nº 10, Bairro S.José, próximo a antiga ORDEM (Organização do Desenvolvimento Municipal).

Fonte: São Fidélis-RJ


Mais do SFn