Estado do Rio já tem 63 casos confirmados do novo coronavírus Em Niterói, o primeiro exame de um idoso que morreu na terça (17) testou positivo para a doença; contraprova será realizada pelo Lacen-RJ

Em Niterói, o primeiro exame de um idoso que morreu na terça (17) testou positivo para a doença; contraprova será realizada pelo Lacen-RJ

Foto: Reprodução

O número de casos confirmados do novo coronavírus continua crescendo no Estado do Rio. Na última segunda-feira (16/03) eram 31 casos, e nesta quarta-feira (18) o número chegou a 63, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES). A maioria dos casos foi registrada no Rio de Janeiro (55), Niterói confirmou 6, Barra Mansa um e Guapimirim um. A transmissão do vírus já ocorre de forma comunitária na capital, ou seja, não é identificada a origem da contaminação. Em fevereiro, a SES elaborou e definiu um plano de contingência para enfrentar uma possível epidemia de coronavírus. O plano tem a intenção de sistematizar ações e procedimentos de responsabilidade da esfera estadual de governo. Os níveis de acionamento (zero, um, dois e três) foram organizados de acordo com parâmetros epidemiológicos, como números de casos. (continua após a publicidade)

Nesta quinta-feira (19/03), o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, confirmou à TV Globo, que um primeiro exame de um idoso, de 69 anos, que morreu no município testou positivo para a doença. Ao SF Notícias, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Saúde informou que o exame não foi realizado pelo laboratório de referência no Estado, o Lacen-RJ. Portanto, somente a contraprova do laboratório estadual poderá confirmar ou não se esta é a primeira morte pela doença no RJ.

Mais do SFn