Foto: Reprodução

Estado do Rio tem dois casos suspeitos do novo coronavírus Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, dos 20 casos suspeitos no Brasil, 14 são em estados que fazem divisa com o Rio de Janeiro

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, dos 20 casos suspeitos no Brasil, 14 são em estados que fazem divisa com o Rio de Janeiro

O Ministério da Saúde confirmou nesta quarta-feira (26/02), o primeiro caso de coronavírus no Brasil e divulgou uma atualização sobre os casos suspeitos. Até hoje, 20 casos suspeitos de infecção pelo coronavírus são monitorados pelo MS em sete estados, sendo dois deles no Estado do Rio de Janeiro. Ao todo, outros 59 casos suspeitos já haviam sido descartados após exames laboratoriais apresentarem resultados negativos para o coronavírus, sendo oito deles no RJ. O primeiro caso confirmado no país é um homem de 61 anos que deu entrada no Hospital Israelita Albert Einstein, nesta terça-feira (25/02), com histórico de viagem para Itália, região da Lombardia (reveja AQUI

). Para evitar contaminação, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas. (continua após a publicidade)

Dos 20 casos suspeitos no Brasil, 14 são em estados que fazem divisa com o Rio de Janeiro. A Secretaria de Estado de Saúde ressaltou nesta quarta que o estado do Rio tem um plano de contingência para preparar as unidades integrado com os 92 municípios e a rede privada de saúde. A SES-RJ já iniciou, desde o início de fevereiro, treinamento adequado aos profissionais de saúde em todo o estado, com notas técnicas atualizadas. No dia 17/02, a secretaria realizou um grande workshop integrado com representantes da SES, secretarias municipais de saúde dos 92 municípios, hospitais universitários, hospitais militares e hospitais privados. O plano de contingência será evoluído a cada etapa de enfrentamento do novo coronavírus, conforme planejado. Além disso, a secretaria irá intensificar campanhas de esclarecimento e orientação à população.

 

Mais do SFn