sexta-feira , 9 dezembro 2016
RJ 192 Foto Vinnicius Cremonez

Estudo da CNT coloca RJ-192 novamente entre as piores do estado

RJ 192 Foto Vinnicius Cremonez 7
Fotos: Vinnícis Cremonez

Pela terceira vez seguida a RJ-192, rodovia que liga São Fidélis ao município de Itaocara, foi considerara uma das piores estradas do estado. Esse título nada agradável, que reflete no bolso de quem utiliza a rodovia, foi dado mais uma vez pela Confederação RJ 192 Foto Vinnicius Cremonez 6Nacional dos Transportes, a CNT.

A Pesquisa CNT de Rodovias 2015 percorreu e avaliou mais de 100 mil quilômetros de rodovias pavimentadas por todo o país, um acréscimo de 2.288 km (2,3%) em relação à Pesquisa de 2014. Esse marco demonstra ainda mais a relevância do estudo, tornando-se a cada ano uma referência ainda maior para o setor de transporte, para o governo e para vários segmentos da sociedade.

Da extensão total avaliada nessa 19ª edição, 57,3% apresentaram algum tipo de deficiência no estado geral (que inclui a avaliação conjunta do pavimento, da sinalização e da geometria da via), sendo que 6,3% estavam em péssimo estado, 16,1% ruim e 34,9% regular. Possuem condições adequadas de segurança e desempenho 42,7%, que tiveram classificação ótimo ou bom no estado geral.

Em relação ao pavimento, foram identificados 48,6% da extensão com algum tipo de deficiência. A sinalização apresenta problemas em 51,4% da extensão avaliada, e a geometria da via em 77,2%. Os problemas das rodovias brasileiras tornam-se ainda mais graves com a constatação de que 86,5% dos trechos avaliados apresentam rodovias simples de mão dupla.

RJ 192 Foto Vinnicius Cremonez 9O principal objetivo da Pesquisa CNT de Rodovias é contribuir com o transportador rodoviário do Brasil, apontando as deficiências e as necessidades de melhoria da infraestrutura das rodovias por meio de avaliação dessas características – pavimento, sinalização e geometria da via. O modal rodoviário possui a maior RJ 192 Foto Vinnicius Cremonez 4participação na matriz de transporte de cargas (61%). Portanto, investir em rodovias e na integração com os outros modais é fundamental para o desenvolvimento do país.

A pesquisa apontou que 38,1% das estradas avaliadas no estado do Rio de Janeiro, possuem alguma deficiência. Os tabela1engenheiros da CNT avaliaram a sinalização, geometria da via e o estado geral das rodovias. Entre as que foram avariadas, está a RJ-192, que mais uma vez foi avaliada como ruim na sinalização, pavimentação e estado geral. Já em geometria, os técnicos apontaram que a rodovia é péssima.

A RJ-158 entre São Fidélis e Campos, também foi avaliada. A rodovia ficou como regular em geometria, sinalização e estado geral. Já a pavimentação foi considerada boa. Já os mais de 100 quilômetros da RJ-116, rodovia que corta parte da região Serrana e Noroeste Fluminense, foi considerada regular em quase todos quesitos avaliados. Os técnicos avaliaram a geometria ruim da rodovia no trecho em faz ligação com a BR-492, que corta Cordeiro, Cantagalo, Bom Jardim e Cambiasca, em São Fidélis.

A RJ-186, que corta Santo Antônio de Pádua, também foi avaliada. Ela foi considerada regular em pavimentação e estado geral, mas ruim em sinalização e geometria. A BR-356 que corta Itaperuna, Italva e Cardoso Moreira, foi considerada foi considerada boa, apenas com a geometria regular.

 

mapa-1

SFn