segunda-feira , 11 novembro 2019

Evento fidelense traz grupos de Folia de Reis a São Fidélis.

O 11°  Encontro Estadual de Folia de Reis em São Fidélis aconteceu na noite deste sábado (25/01)  com a visita de vários grupos de Folões GEDSC DIGITAL CAMERA

de diversas cidades. Foram aproximadamente 16 grupos ,cidades como Italva,Cardoso Moreira, Itaboraí, Miracema, Itaocara, Portela, Nova Friburgo, Macaé, Campos dos Goytacazes e São Fidélis apresentaram-se com versos, coreografias e muita animação. GEDSC DIGITAL CAMERAEm entrevista a nossa equipe o Secretário de Cultura de São Fidélis ,senhor Ronaldo Barcelos disse. ” O objetivo do evento e manter o folclore vivo,é saudável para nossa cidade reunir grupos de foliões de várias cidades  e dividir culturas,o carnaval também é um folclore vivo que já tem seu brilho e seu lugar em nossa cidade”. Cada grupo teve 10 minutos de apresentação + 5 minutos de cada ”palhaço”. O evento movimentou a cidade trazendo centenas de pessoas para a rua.

Na tradição católica, a passagem bíblica em que Jesus foi visitado por reis magos, converteu-se na tradicional visitação feita pelos três “Reis Magos”, denominados Melchior, Baltasar e Gaspar, os quais passaram a ser referenciados como santos a partir do século VIII(8). Em pesquisa literária, feita por Pergo, levantou-se que a tradição da “Folia de Reis” chegou ao Brasil por intermédio dos portugueses, ainda no período da colonização. Essa manifestação cultural era realizada em toda a Península Ibérica e era comum a ocorrência de doação e recebimento de presentes enquanto eram
GEDSC DIGITAL CAMERAentoados cantos e danças nas residências da época. Baseado nessa argumentação, a Folia de Reis teria vindo ao Brasil no século XVI, cerca do ano de 1534, trazido pelos Jesuítas, e servindo como um instrumento na catequização dos índios e, posteriormente, dos negros escravos. Fixado o nascimento de Jesus Cristo a 25 de dezembro, adotou-se a data da visitação dos Rei Magos como sendo o dia 6 de janeiro que, em alguns países de origem latina, especialmente aqueles cuja cultura tem origem espanhola, passou a ser a mais importante data comemorativa católica, mais importante, inclusive, que o próprio Natal. No estado do Rio de Janeiro, os grupos realizam folias até o dia 20 de janeiro, dia de São Sebastião e padroeiro do Estado.

 

Mais do SFn