segunda-feira , 24 abril 2017

Ex-guarda municipal e subtenente da PM são presos por vender armas para traficantes em Campos Rádios, armas e diversas munições foram apreendidas pelos policiais

Rádios, armas e diversas munições foram apreendidas pelos policiais

Fotos: PM / MPERJ

Após quatro meses de investigações, a 2ª Promotoria de Investigação Penal Campos dos Goytacazes deflagrou na manhã desta sexta-feira (31/3), com apoio da P2 da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), a operação Senhor das Armas, como o objetivo de desarticular uma associação criminosa que atuava fornecendo armas e munições para traficantes da facção Terceiro Comando Puro (TCP).

A operação, que se estendeu até a madrugada deste sábado (01/04), resultou na prisão em flagrante do ex-guarda municipal Marcelo dos Santos Ferreira, no interior de um supermercado. Na ocasião, Ferreira iria entregar uma pistola Glock 380 a Wilian Rocha Borges Carvalho, chefe do tráfico do bairro aeroporto e que foi preso em seguida com R$ 8.240.

O MPRJ realizou monitoramento em tempo real durante todo o dia. E, por volta das 20h, foram encontradas armas e grande quantidade de munição de fuzil e de calibre 12, além de celulares, coldres e áudios transmissores na laje da residência vizinha ao do subtenente da PM Rogério de Souza Ribeiro, chefe da quadrilha. O local serviu como esconderijo dos materiais, após a ação pela manhã. Também foram apreendidos maconha, cocaína e balança de precisão.

“Medidas cautelares foram deferidas pelo juízo da 3a Vara Criminal de Campos após diligências preliminares que davam conta de que havia um paiol no bairro Guarus que abastecia traficantes da comunidade tira gosto, dominada pela facção TCP”, disse a promotora Renata Felisberto Chaves, da 2ª Promotoria de Investigação Penal Campos.

Policiais Serviço Reservado do 8º BPM e do 6º Comando de Policiamento de Área (CPA), juntamente com a Corregedoria da Policia Militar, encontraram quatro pistolas, uma garrucha, um supressor de ruídos, diversas munições de diversos calibres, diversos cartuchos deflagrados de diversos calibres, oito rádios de comunicação, 14 celulares, 23 baterias de celular, 11 coldres, três porta carregador, dois potes de pólvora, dois potes de chumbo, um stand alone e outros materiais para recarga de munições.



Mais do SFn

SFn