quarta-feira , 22 novembro 2017

Ex-prefeito de Miracema e ex-governado do Estado são condenados por desvio de recursos na educação Ambos terão que devolver R$ 2 milhões aos cofres públicos

Ambos terão que devolver R$ 2 milhões aos cofres públicos

Foto: arquivo

A 9ª Vara Federal de Fazenda Pública condenou o ex- prefeito de Miracema, Jairo Barros Tostes, e o x-governador do estado do Rio Moreira Franco, atual ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República por desvio de recursos na educação no estado do Rio.

Ambos terão que devolver R$ 2 milhões aos cofres públicos. Segundo o portal G1, o processo corre na Justiça há mais de 20 anos e teve origem em investigações feitas por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da década de 1990.

Moreira Franco foi governador do estado do Rio entre os anos de 1987 e 1991. A ação civil pública diz que houve irregularidades no repasse de dois cheques para o pagamento de merenda escolar ao então prefeito de Miracema, o que segundo a sentença, impediu que fosse feito controle do destino do dinheiro.


Mais do SFn