12524325_1056114747764797_6765174900510088976_n (1)

Ex-vereador de São Fidélis, Marcão é preso em Niterói pela operação ‘Amicus Curiae’

6
Fotos: Vinnicius Cremonez/SF Notícias casa de Marcão

Foi preso na manhã desta sexta-feira (11.03), em Niterói, o ex-vereador e presidente da Câmara Municipal de São Fidélis Marcos Antônio de Magalhães Gonçalves, conhecido como “Marcão”. Ele era um dos procurados pela operação Amicus Curiae, deflagrada na manhã desta sexta-feira (11.03) em São Fidélis e Itaocaraoperação civil marcão pela Polícia Civil, com apoio do Departamento Geral de Polícia do Interior (DGPI) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO). A operação tem como objetivo desarticular uma quadrilha que fraudava licitações.

A casa de Marcão, no bairro operação civil 1Barão de Macaúbas, em São Fidélis, foi um dos primeiros imóveis visitados pelos policiais civis. O ex-vereador, no entanto, não estava no local, mas foi preso em Niterói, e está sendo levado para a 141ª Delegacia Policial, em São Fidélis, responsável pela operação sob domando do delegado Rodrigo Maia. Segundo a Polícia Civil, ele era um dos comandantes dos grupos envolvidos num esquema que viabilizava assinaturas falsas em atas de sessão de julgamento de procedimentos licitatórios e atestados de prestação de serviços não executados, e fornecia documentos de empresas individuais e de sociedades empresariais para possibilitar a fraude nos procedimentos licitatórios, já sabedores de qual deles seria o vencedor, visto que se tratava de um verdadeiro jogo de “cartas marcadas”. Os grupos teriam servidores da Câmara de São Fidélis e empresários. De acordo com a polícia, a quadrilha desviou mais de R$ 320.000,00 (trezentos e vinte mil reais) dos cofres da Câmara Municipal de São Fidélis.

Além de Marcão, outro mandado de prisão preventiva foi cumprido contra Michel Ângelo Machado de Freitas, ex-presidente da Câmara Municipal de Itaocara, que também era um dos comandantes do esquema. Michel foi preso em sua residência, no no bairro Jardim Almeida, em Itaocara, onde foi montado um cerco pelos policiais civis.

operação civil 10

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *