sexta-feira , 18 outubro 2019

Família consegue local e bazar em prol do Guerreiro Kauã é remarcado em São Fidélis Roupas, salgadinhos, quentinhas e outros produtos estarão à venda para arrecadar dinheiro para o tratamento do menino, que nasceu com mielomeningocele e hidrocefalia

Roupas, salgadinhos, quentinhas e outros produtos estarão à venda para arrecadar dinheiro para o tratamento do menino, que nasceu com mielomeningocele e hidrocefalia

Órtese adquirida com apoio da população. Fotos: Arquivo pessoal

Os pais do Guerreiro Kauã, que nasceu com mielomeningocele e hidrocefalia, conseguiram um local em São Fidélis para a realização de um bazar. Inicialmente, o mesmo seria realizado no dia 6 de outubro, mas devido à correria e desgaste diários para garantir o tratamento do filho, Flávio Dias, que mora em Itaocara com a família, não conseguiu ir mais vezes a São Fidélis. Mas, após a divulgação do cancelamento do bazar devido à falta de um local, proprietários de um espaço para festas na cidade se mobilizaram. O evento foi remarcado para o dia 19 deste mês, das 8h às 18h. Vários produtos estarão à venda como roupas, calçados, salgadinhos, doces, sucos, quentinhas, além de rifas. O tratamento do pequeno, que mensalmente passa de R$ 6 mil, envolve consultas com pediatras, neuropediatras, gastropediatra, psicóloga, fonoaudióloga, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, entre outros profissionais. Também haverá sorteio de diversos brindes. A entrada custará 1 kg de alimento não perecível.

Kauã luta diariamente contra diversas complicações, como osteoporose, bexiga neurogênica, intestino neurogênico, atraso motor e cognitivo, entre outras patologias. O valor arrecadado com o bazar será usado principalmente para levá-lo a duas consultas no Rio de Janeiro. Uma delas é com o Dr. Aderbal Sabrá, que é gastroenterologista, referência nacional em tratamento de alergias alimentares. Ele é autor de uma pesquisa pioneira, que relaciona a alergia alimentar e o transtorno do espectro autista. Segundo Flávio, eles querem descobrir se o Kauã é autista, para dar o tratamento adequado. Os pais do pequeno guerreiro pedem a presença da população no evento e também doações de brindes ou itens para o bazar, e materiais para o almoço. Os interessados em ajudar podem entrar em contato pelo número: (22) 99612-8944. O bazar será realizado no espaço João e Maria, na Rua Guaraciaba, nº 467, no Centro.

Mais do SFn