segunda-feira , 20 janeiro 2020

Família de Cambuci segue lutando para custear tratamento de bebê com doença grave Para o tratamento de Kauã, de 1 ano e 5 meses, gastos chegam a R$ 5 mil por mês

Para o tratamento de Kauã, de 1 ano e 5 meses, gastos chegam a R$ 5 mil por mês

Fotos: Arquivo Pessoal

Com apenas um ano e cinco meses, o pequeno Kauã dos Santos Dias Moura, morador de Cambuci, que nasceu com mielomeningocele e hidrocefalia, segue lutando a cada dia para superar os obstáculos desta grave doença.

O SF Notícias já mostrou a história deste pequeno guerreiro e meses após, a luta de seus pais continua para custear o tratamento “O tratamento dele está praticamente a mesma coisa, só que aumentou a fonoaudióloga e a fisioterapia. Ele faz fisioterapia de segunda à sexta em Aperibé, tem fonoaudióloga que faz em Itaocara e Pádua e hidroterapia em Cambuci. Além de consultas constantes com pediatra, ortopedista, neuro, urologista. Com isso temos um custo com gasolina de quase R$ 2 mil por mês” – relatou o pai de Kauã, Flávio Dias.

O tratamento do pequeno seguirá durante toda a sua vida e a doença gera outras diversos problemas, aumentando a chance de infecções e prejudicando a digestão. Mas, Flávio relata que como o cuidado com Kauã é extremo, ele não apresenta complicações constantemente. “Através da fisioterapia ele fortaleceu o pescoço, já fica com a cabecinha firme. Com as sessões de fonoaudiologia hoje ele já come arroz sem amassar ou engasgar. É demorado mas está evoluindo” – disse.

Como a mielomeningocele afeta a medula espinhal, ele não consegue engatinhar ou ficar sentado sozinho, ainda não anda e nem fala. “Como a medula dele foi afetada e a medula é a continuação do cérebro que envia comando para o corpo, ele não tem a mesma facilidade que temos para fazer as coisas. A gente tem que fazer por ele. Meu filho não pode ficar sem tratamento um dia porque ele atrofia, ele morre” – relatou.

Apesar das diversas doações conseguidas pela família desde a publicação da primeira matéria e através de rifas, Flávio se preocupa pois o tratamento é contínuo e os gastos chegam a R$ 5 mil por mês.

Para cuidar do filho e conseguir vender as rifas ele precisou tirar licença do trabalho de Guarda Municipal em Campos. A situação se complicou mais ainda, pois a esposa dele, além de estar desempregada, foi diagnosticada com um tumor na coluna e precisará de cirurgia. “Eu não sei até quando vai durar isso. Eu precisava chegar a alguém que me desse um pontapé inicial, para eu montar alguma coisa e não precisar mais vender rifas, porque vai chegar uma hora que eu não vou conseguir mais vender” – contou.

Os interessados em ajudar podem comprar a rifa de uma guarda-roupa de madeira está sendo vendida no valor de R$ 10,00 ou doar qualquer valor em uma das contas criadas para o tratamento do Kauã. Número para contato: (22) 9-9612-8944, (22) 9-8128-4990. (Flávio)

Caixa Econômica Federal: Cliente Kauã Santos Dias Moura, Agência 1245, Operação 013, Conta Poupança 13537-0.
Bradesco: Cliente Kauã Santos Dias Moura, Agência 6758-0, Conta Poupança 1000623-6.
Itaú: Cliente Kauã Santos Dias Moura, Agência/ Conta/ Dac 6093/ 28350-2/500.
Santander: Cliente Kauã Santos Dias Moura, Agência 0913, Conta Poupança 60003434-5.
Banco do Brasil: Cliente Carloiza dos Santos, Agência 1708-6, Conta Corrente 12476-1.

Baixe agora o aplicativo do SFn no seu celular! https://goo.gl/w4WvaY.

Mais do SFn