sexta-feira , 9 dezembro 2016
policia militar estrada toi

Fidelense é procurado por sequestro e morte de cabo da PM

alexandre
Fotos: PM

Um fidelense está sendo procurado por ser o principal suspeito da morte de um cabo da Polícia Militar. O crime aconteceu na tarde da última sexta-feira (26) no bairro Palmital em Rio das Ostras, quando Cícero Pedro do Nascimento Neto foi baleado e sequestrado.

cicero pmO corpo do militar que era do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) foi encontrado na manhã deste sábado(27) em uma área de vegetação no bairro Boa Esperança, em Casimiro de Abreu, na altura do pedágio da BR-101.

De acordo com o comandante da 4º Companhia da PM de São Fidélis, o tenente Prado, Alexandre Soares Alves, de 32 anos, nasceu na localidade de Grumarim, zona rural do município, mas estaria morando em Rio das Ostras. Buscas foram feitas durante este sábado em alguns pontos de São Fidélis, como no bairro Nova Divinéia e na localidade de Grumarim, mas Alexandre não foi encontrado.

Outros três homens estão sendo procurados pela polícia. Segundo informações da 128ª Delegacia Legal de Rio das Ostras, onde o caso está sendo investigado, ainda não foi confirmada oficialmente a identificação dos outros três suspeitos. dp rio das ostrasAlexandre que morava na localidade de Rio Dourado, já possui passagem por injúria, lesão corporal decorrente de violência doméstica e ameaça.

Como o crime aconteceu

Cícero estava acompanhava seu sogro Ary Bernardes de Mello, que iria receber o pagamento por uma moto vendida por Alexandre, quando os dois foram surpreendidos por homens armados na Estrada Velha de Palmital, próximo da divisa de Rio das Ostras com o distrito de Barra de São João, em Casimiro de Abreu.

carrro do pmAry foi baleado nas nádegas, na perna e nas costas, mas conseguiu correr e fugiu. Ele foi socorrido e encaminhado para o Pronto Socorro de Rio das Ostras, mas transferido para o Hospital Regional de Barra de São João, em Casimiro de Abreu.

Já o cabo Cícero foi colocado em um carro, modelo Astra de cor prata e placa HMO 2934, que foi encontrado horas depois com marcas de sangue na Estrada São João. Ary contou para a polícia que havia comprado uma moto de Alexandre em dezembro do ano passado, mas descobriu que o veículo era clonado. Ao ser questionado, Alexandre prometeu devolver o dinheiro e marcou um encontro com Ary em uma obra, onde ele e o cabo Cícero foram surpreendidos por mais três homens armados.

Em 58 dias, 64 policiais foram baleados em todo o Estado, sendo que 12 morreram.

polícia militar foto jainne oliveria 2

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *