wertyutyiuier

Fidelense estava em helicóptero que caiu em Campos: aeronave seguia para plataforma

qwertyyyu
Fotos: Phillipe Moacyr

Um fidelense estava entre os ocupantes de um helicóptero que caiu na manhã desta quinta-feira (28/04) em Campos. A aeronave, que pertence a uma empresa de táxi aéreo, saiu de Macaé e seguia para a sonda de perfuração SS-62 que pertence a empresa americana Paragon OffShore. No Helicóptero estavam dois tripulantes e nove funcionários da empresa.

Nossa equipe conversou com um deles, o jovem fidelense Francys Vieira, que estava sentado atrás do piloto. Ele contou que percebeu o momento em que piloto desligou um dos motores e acionou a alavanca de extintor direto no motor contra incêndio. O fidelense relatou que os funcionários perceberam que a aeronave estava com problemas quando o piloto mudou a rota no sentido Campos.

Segundo informações divulgadas pelo Sindicado dos Petroleiros do Norte Fluminense, o Sindipetro, após a decolagem, já voando sobre o mar, um dos motores do helicóptero deixou de funcionar. A tripulação então tentou seguir para o heliporto de Farol de São Thomé, mas sem sucesso, seguiu em direção ao aeroporto de Campos. No caminho, o segundo motor também parou de funcionar. O helicóptero caiu em uma área descampada, na altura do bairro da Penha.

“Apertamos os cintos e nos preparam para o impacto enquanto a tripulação agiu de forma rápida e segura, tentado nos colocar no chão de forma mais suave possível. Os pilotos agiram de formar brilhante”, conclui Francys. O Sindipetro-NF vai continuar a acompanhar o caso e destaca que este é mais um exemplo do elevado risco a que são submetidos os trabalhadores offshore

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *