sexta-feira , 21 setembro 2018

Fidelense que morreu em colisão com ônibus é enterrado após autorização da justiça Juíza autorizou o sepultamento sem certidão, pois o exame de DNA que vai confirmar a identificação do corpo não ficou pronto

Juíza autorizou o sepultamento sem certidão, pois o exame de DNA que vai confirmar a identificação do corpo não ficou pronto

Foto: Gilmar Sanna – Italva em Foco

Foi enterrado na manhã desta segunda-feira (11/12) no Cemitério de Penedo, zona rural de São Fidélis, o corpo do fidelense Genilson Ramos Rangel, que morreu carbonizado em um gave acidente ocorrido na tarde deste sábado (09/12) entre os municípios de Italva e Cardoso Moreira.

O sepultamento aconteceu após a liberação de uma Juíza, mas sem a certidão de óbito, já que o exame de DNA que vai confirmar a identificação do corpo, não ficou pronto.

Segundo informações de familiares, Genilson morava no bairro Vila dos Coroados, em São Fidélis. Ele estava indo para Italva, onde também residia, mas acabou colidindo contra um ônibus da empresa 1001 que seguia no sentido contrário. Após a colisão, a moto se arrastou por alguns metros e se incendiou. Desacordado, ele acabou sendo atingido pelas chamas.


Mais do SFn