sexta-feira , 9 dezembro 2016
1

Fidelenses aposentados pelo estado lamentam atraso de pagamento

2
Fotos: SF Notícias.

O mês de abril já está em sua última dezena e os aposentados e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro que ganham acima de R$ 2 mil ainda não receberam os salários referentes ao mês de março.

Na semana passada, o governo informou que o pagamento só aconteceria em maio, pois foi a solução encontrada para tentar enfrentar a grave crise financeira. Porém, a Defensoria Pública obteve uma liminar que garante o pagamento integral dos 137 mil servidores inativos até às 15h30m desta quinta-feira (20.04), sob pena de bloqueio de R$ 1.066.383.319,96 das contas bancárias da RioPrevidência. A Secretaria de Fazenda alega que não há verbas para o pagamento.

Em meio a todo o imbróglio político, os aposentados são quem vêm sendo mais prejudicados. Em conversa com o SF Notícias, aposentados fidelenses lamentaram o atraso do pagamento. Um deles, Sebastião Pessanha, de 63 anos, disse que teve dificuldades para lidar com a falta do pagamento em abril e lamentou a crise, mas não deixou de fazer uma crítica ao Governo.

– A culpa é da administração. O Estado não pode ficar assim. Parece que a Justiça determinou que pague até hoje a tarde. Vamos ver. Esse mês, deu trabalho. A gente espera o dinheiro. Se ele não vier no prazo certo, faz falta.  O eleitor tem que ver isso. A gente vota para ver se tem melhorias. Nem todos são maus políticos, mas numa situação dessas – de crise – fica difícil saber quem é quem. Só que se está ruim, tem que mudar – completou.

De acordo com a Secretaria de Planejamento, restam 143.503 créditos bancários pendentes, que totalizam uma dívida de R$ 661.451.494,79, sendo R$ 488.579.268,74 referentes às folhas de pagamentos de inativos e R$ 172.872.226,05 referentes à folha de pagamento de pensões previdenciárias. O Governador e os secretários também tiveram seus pagamentos adiados.

– Não tem nem muito o que falar, porque nós aposentados recebíamos no início do mês. Devido à crise financeira, só foi passando pra frente. Eu ganho menos de R$ 2 mil, já recebi, mas muitos não sabem quando vão receber. A maioria depende só do dinheiro da aposentadoria. É até complicado falar sobre culpados, a crise está geral – disse Diorenes Mangueira, de 81 anos, que não tem mais seu voto como obrigatório nas eleições.

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *