segunda-feira , 21 outubro 2019

Filmes da ‘Mostra Favela Criativa’ serão exibidos em São Fidélis neste mês Filmes foram produzidos por jovens de comunidades do Rio de Janeiro

Filmes foram produzidos por jovens de comunidades do Rio de Janeiro

Contemplados nos editais de chamadas públicas feitas pelo Programa Favela Criativa, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, filmes produzidos por jovens de comunidades do Rio de Janeiro serão exibidos em várias cidades de 10 regiões do estado, entre elas São Fidélis

. A Mostra de Cinema Favela Criativa chega ao município no dia 26 deste mês.

Os realizadores tiveram total autonomia para criar suas obras, de temática variada, abrangendo desde os gêneros musicais, como funk e hip hop, até assuntos como a narrativa de moradores de rua, questões indígenas e religiosas. Para isso, cada projeto aprovado contou com um orçamento de R$ 15 mil, cada. No lançamento da Mostra, o Secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Ruan Lira, afirmou que graças ao projeto está sendo possível levar e expandir a ideia de arte e cultura, proporcionando reconhecimento da cinematografia desses jovens por uma plateia mais abrangente.

Em São Fidélis, os filmes serão exibidos às 20h dos dias 26 e 27 deste mês, na Praça Guilherme Tito de Azevedo. O primeiro, intitulado Xeker Jetí traz a história dos índios Xukurus, que após 20 anos da retomada do seu território original, ressignificam as suas tradições e procuram criar novas relações entre campo, cidade e tecnologia. Nesse contexto, em parceria com um grupo de jovens bioconstrutores de Recife, resgatam um modelo ancestral para construir sua oca de cura. O longa é um retrato poético da resistência e do reconhecimento da identidade indígena no agreste de Pernambuco.

Já no dia 27 o filme será sobre jovens do Hip Hop carioca, em homenagem aos 15 anos do álbum “Na Humildade – 15 anos depois”, de Nega Gizza. Ele conta com as participações dos jovens Yas Werneck, Kayuã, Negabi e Thais Bueno, cada um trazendo similaridades com o início de carreira da Nega Gizza.

Mais do SFn