segunda-feira , 24 setembro 2018

Frequentada por moradores da região, Lagoa da Coca-Cola “desaparece” "Só será possível retornar as atividades quando a natureza deixar. Precisamos de chuva," disse o condutor ambiental responsável pelos passeios na lagoa

"Só será possível retornar as atividades quando a natureza deixar. Precisamos de chuva," disse o condutor ambiental responsável pelos passeios na lagoa

Fotos: Gazeta Online

Localizada no Parque Paulo César Vinha, em Guarapari, a Lagoa de Caraís, bastante conhecida como Lagoa da Coca-Cola, “desapareceu”. Segundo o Jornal Gazeta Online, a água baixou a um ponto que tornou impossível a navegação até com caiaques infláveis.

De acordo com o condutor ambiental responsável pelos passeios, Giovanni Armad Merola, o fenômeno é natural. A ressaca do mar somada ao alto nível da lagoa vai causando a erosão da barreira natural. Dessa forma, a água doce vai escoando aos poucos para o mar. “Só será possível retornar as atividades quando a natureza deixar. Precisamos de chuva,” declarou ele.

A lagoa leva a alcunha da marca de refrigerante devido a coloração da água, em tons de vermelho escuro. Ela fica acima do mar e é separada do mar por uma barreira de areia, feita naturalmente. Em época de cheia e de maré alta, ocorre o encontro da água da lagoa com o mar.


Mais do SFn