segunda-feira , 5 dezembro 2016
Vigilância em Saúde foto Vinnicius Cremonez

Gestante fidelense é atendida com suspeita de Zika em Campos

sus são fidélis foto vinnicus cremonez
Fotos: Matheus Berriel / Vinnicius Cremonez

Uma fidelense está entre as três gestantes com suspeita de terem sidas contagiadas pelo Zika vírus em nossa região. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde de Campos, já que as três pacientes foram atendidas no CRDI – Centro de Referência de Doenças Imuno-Infecciosas do município.

Em nota enviada para nossa redação, a assessoria de imprensa da secretaria de saúde de Campos, informou que as pacientes foram liberadas e amostras de sangue foram enviadas para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), onde serão analisadas. Elas continuam o tratamento em casa, à base de hidratação e analgésicos. Além das três gestantes, outras seis pessoas foram atendidas no CRDI, e amostras também foram coletadas e enviadas para a Fiocruz.

O Brasil vive um surto inédito de microcefalia em 2015, com 1.248 casos notificados até 28 de novembro — a média dos últimos cinco anos foi de 156 casos. A incidência é maior no Nordeste, principalmente em Pernambuco, que já registrou 646 casos.

A explicação mais provável para o surto é a febre zika, um vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e que provoca sintomas semelhantes aos da dengue. Segundo dados recentes da Secretária Municipal de Vigilância Sanitária de São Fidélis, já foram investigados, neste ano, 200 casos de dengue no município, sendo que apenas 18 teriam sido confirmados, número baixo para se considerar uma epidemia, que exigiria a realização de uma campanha.

DENGUE-PUREZA-4O SFnotícias mostrou que os moradores da Vila Operária, bairro de Pureza, terceiro distrito do município, estão preocupados com os casos de suspeita de dengue. Após receber várias reclamações, nossa equipe foi até o bairro, e encontramos muita sujeira, mato alto, casas abandonadas cheias de entulhos e diversos pneus jogados ao tempo. Outra questão que também gera revolta é a da sujeira num córrego que passa próximo das casas, que vem causando a existências de ratos nas proximidades, podendo transmitir outras doenças.

Uma reunião foi feita na manhã desta sexta-feira no Centro Municipal de Vigilância em Saúde de São Fidélis, para traçar as ações que serão feitas. Já o secretário de saúde do município, Claudinei Bragança, informou que está no Rio de Janeiro, em uma reunião na Secretaria de Estado de Saúde, onde serão definidos as ações que irão ser realizadas.

crdi

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *