quinta-feira , 27 junho 2019

Governador anuncia cronograma para convocação de 3 mil PMs ao longo de 2019 Os primeiros 500 PMs, aprovados em concurso público em 2014, começam o treinamento no próximo dia 18

Os primeiros 500 PMs, aprovados em concurso público em 2014, começam o treinamento no próximo dia 18

Fotos: SF Notícias

O governador Wilson Witzel anunciou, na tarde desta sexta-feira (25), no Palácio Laranjeiras, o cronograma de convocação de 3 mil policiais militares ao longo do ano. Os primeiros 500 PMs, aprovados em concurso público em 2014, começam o treinamento no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), no próximo dia 18.

De acordo com o cronograma da Secretaria de Polícia Militar, a segunda turma, que se inicia em abril, terá mais 800 policiais. Já a terceira turma, com 450 PMs, começará em julho. Em agosto serão mais 450. A quinta e sexta turmas, ambas com 400, começarão em novembro e dezembro. Os 3 mil novos soldados estarão nas ruas em um prazo de um ano, a partir da data que iniciarem o curso de formação.

Hoje, já estão incorporados ao CFAP mil concursados, divididos em três turmas que começarão a ser formadas a partir de junho deste ano. Em seu anúncio, Witzel reafirmou seu compromisso com o fortalecimento das polícias e informou que será intensificado o patrulhamento em São Gonçalo.

– A ideia é recompor o quadro da Polícia Militar para que nós façamos frente à necessidade de segurança. São Gonçalo vai receber um policiamento especial diante da criminalidade que atormenta a população. Pretendo deslocar 300 PMs para o 7° Batalhão para que possamos melhorar a capacidade da polícia no município que tem os piores índices.

continua após a foto

A contratação dos 3 mil novos policiais não descumpre o Regime de Recuperação Fiscal, já que, além de uma vacância anual de 1.700 cargos na Polícia Militar, há vagas faltantes em outras áreas do governo estadual, não apenas na PM.

Acordo com a ALERJ

A convocação dos novos policiais será possível graças a um acordo entre o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que se comprometeu a arcar com os salários dos novos PMs até o fim de 2020. O investimento será de R$ 125 milhões para cada ano.

As verbas, que sairão do repasse de duodécimo da Alerj, serão remanejadas para a Secretaria de Polícia Militar. Os recursos são fruto de uma economia feita pela legislativo fluminense, na ordem de R$ 370 milhões, em anos passados.


Mais do SFn