quarta-feira , 18 setembro 2019

Há dias sem água, moradores protestam na CEDAE de São Fidélis Segundo os moradores, o problema é antigo e acontece todos os anos

Segundo os moradores, o problema é antigo e acontece todos os anos

Imagina ficar nesse calor sem uma gota de água. Imagina não poder lavar roupas, panelas, limpar a casa e outras tarefas do lar. É assim que muitos moradores de São Fidélis, principalmente os dos bairros considerados altos, estão vivendo nesses sete primeiros dias de 2019. Na caixa d’água de muitos dos que foram na sede da Companhia Estadual de Água e Esgoto (CEDAE) em São Fidélis, nesta segunda-feira (07/01), ainda não caiu uma gota de água este ano. Segundo os moradores, o problema é antigo e acontece todos os anos. Em menos de dois meses, de acordo com os moradores, é a quinta vez que eles ficam sem água. “Eu moro no Santa Terezinha (parte alta da Vila dos Coroados) há 11 anos, e quase todos os anos ficamos sem água em dezembro e janeiro”, disse uma moradora.

continua após a foto

No dia 27 de dezembro de 2018 a CEDAE pediu a população para economizar água, pois havia mais um problema em uma de suas bombas, dessa vez, a que faz a captação da água no Rio Paraíba do Sul e leva a água para a estação de tratamento. A captação de água no rio começou a ser feita de forma reduzida, desde aquele dia. Na sexta-feira (04/01) a CEDAE informou que o problema havia sido resolvido, e que o abastecimento seria totalmente normalizado no sábado (05), mas não foi o que aconteceu. Cansados de esperar pela água, os moradores se reuniram e foram até a CEDAE para cobrar uma explicação e melhorias no serviço prestado. Segundo a companhia, nesses últimos dias, duas bombas apresentaram problemas. Uma delas faz a captação de água no Rio Paraíba do Sul, fazendo com o que a captação fosse reduzida desde o dia 27 de dezembro do ano passado. A outra bomba leva água para os bairros altos. Os dois problemas já foram resolvidos e o abastecimento nesses bairros será totalmente normalizado ainda hoje.

Ainda de acordo com a companhia, quando acontecer algum problema parecido, os moradores que ficarem sem água podem ir buscar na sede da estatal, caso esses moradores tenham algum reservatório que seja levado até a CEDAE. A empresa informou ainda que faz manutenção preventiva dos seus equipamentos, mas admitiu que eles são antigos. A CEDAE informou também que duas bombas serão colocadas como reserva. Uma delas já foi adquirida e deve chegar ainda esta semana. A Prefeitura de São Fidélis, que deveria fiscalizar o serviço prestado pela CEDAE, ainda não se pronunciou sobre a falta de água na cidade.


Mais do SFn