Hipertensão: O que evitar na dieta?

Quando pensamos em hipertensão arterial, não podemos esquecer sua relação com o excesso de sal.

Um dos principais fatores ambientais modificáveis para o controle e prevenção da hipertensão arterial é a alimentação. O consumo excessivo de sal e o baixo consumo de vegetais, associado ao sedentarismo, obesidade e consumo exagerado de álcool, são os principais responsáveis pela doença.

O excesso de peso é um dos principais fatores causadores de pressão alta, elevando em até seis vezes o risco de manifestar a doença. Por isso, quem é hipertenso precisa controlar a dieta, principalmente em relação ao sal, gorduras, potássio e álcool.

Além disso, também é necessário manter um estilo de vida saudável, evitando o tabagismo e praticando exercícios físicos regularmente.

Confira abaixo algumas dicas para adequar sua dieta:

Sal: O sal age como uma esponja, retendo líquidos nos tecidos e aumentando a pressão arterial. Por isso, não exagere. A Organização Mundial da Saúde recomenda o consumo de três a quatro gramas de sal por dia, quantidade que já existe nos próprios alimentos.

Para evitar o excesso desse condimento na alimentação, siga as seguintes dicas:

• Substitua o sal por temperos naturais como ervas salsinha, cebola, orégano, hortelã, limão, alho, manjericão, coentro e cominho.

• Retire o saleiro da mesa.

• Evite carnes gordurosas, principalmente embutidos (linguiça, paio, salsicha, toicinho defumado).

• Evite conservas como picles, azeitona, patês e palmito e enlatados como extrato de tomate, milho e ervilha.

• Evite carnes artificialmente salgadas como bacalhau, charque, carne-seca e defumados.

• Evite o aditivo glutamato monossódico, utilizado em alguns condimentos e em muitos produtos industrializados.

• Dê preferência aos queijos brancos como ricota e cottage nas versões sem sal.

Gorduras: As gorduras formam placas que diminuem o diâmetro dos vasos sanguíneos, o que eleva a pressão arterial. No entanto, nem todos os lipídeos são prejudiciais.

Escolha alimentos ricos em potássio e fibras

Uma dieta rica em potássio e fibra produz uma redução moderada da tensão arterial. O potássio provoca um aumento da eliminação de água que provoca um relaxamento dos vasos sanguíneos e reduz a tensão arterial.

Alimentos ricos em potássio:

• Produtos integrais

• Batatas

• Legumes tais como espinafres, brócolos, alface e cogumelos

• Nozes, frutos secos, banana

• Peixe

A fibra faz essencialmente com que o alimento seja mastigado por mais tempo e mais exaustivamente. Tem o efeito, de satisfazer o estômago, de o açúcar no sangue subir lentamente e de regular a digestão. Uma dieta rica em fibras pode ajudar a prevenir transtornos gastrointestinais (tais como prisão de ventre, cancro do cólon, hemorróidas, etc…) transtornos metabólicos (tais como obesidade, diabetes) e doenças cardiovasculares (como a hipertensão e a arteriosclerose).

Os alimentos ricos em fibra são:

• Cereais (aveia, trigo)

• Legumes (couve de Bruxelas, cenouras, funcho, couve-flor)

• Leguminosas (lentilhas, ervilhas, feijões)

• Frutas (maçãs, laranjas, bananas, kiwis)

• Frutos secos (avelãs, amendoins)

Importante: Tais informações não deverão, de forma alguma, ser utilizadas como substituto para o diagnóstico nutricional ou tratamento de qualquer doença sem antes consultar um profissional devidamente credenciado em seu conselho regional.

GIZÉLE ANDRADE PIRES – NUTRICIONISTA
CRN-4: 13100807


Mais do SFn

SFn