sábado , 10 dezembro 2016
delegacia pádua nova 6

Homem alega legítima defesa, mas foi autuado por homicídio em Itaocara

delegacia pádua 1
Fotos: Vinnicius Cremonez / reprodução Facebook

Foi autuado em flagrante o homem que atirou e matou um jovem na manhã deste domingo durante o final de uma festa em Itaocara.

Segundo informações da 136ª Delegacia Legal de Santo Antônio de Pádua, responsável pelos flagrantes deste final de semana na área do 36º rdfgwseeitotupkuBPM, Fabrício Serruf, de 35 anos, que já possui passagem por porte ilegal de arma em Cantagalo, alegou legítima defesa, mas foi autuado por homicídio doloso, quando existe a intensão de matar.

Fabrício será transferido nas próximas horas para a Casa de Custódio de Itaperuna. Ainda de acordo com a polícia civil, o acusado contou que a confusão começou quando um dos envolvidos teria mexido com a companheira dele.

O jovem Carlos Avrignhy Maia Jorge Júnior, de 23 anos, foi baleado durante a confusão no estacionamento do Itaocara Campestre Clube, localizado às margens da RJ-116, entre Itaocara e a localidade de Ponto de Pergunta, onde acontecia a tradicional “Noite Tropical”.

Carlos chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e morreu a caminho do hospital. O corpo do jovem que era estudante de direito em uma universidade de Campos, e fazia estágio no Tribunal de Justiça do Rio, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Pádua. O velório acontece no União Esportiva Itaocarense, outro clube do município, e o sepultamento está marcado para às 8h da manhã desta segunda em Itaocara.

As imagens do circuito interno de monitoramento do clube mostram uma confusão envolvendo Carlos, Fabrício e outras pessoas no estacionamento, e o momento em que o autor do disparo vai correndo até o carro para pegar a arma. Em seguida, ele volta e efetua o disparo, que atinge a cabeça de Carlos.

delegacia itaocara novo 3
O caso começou a ser registrado em Itaocara, mas foi transferido para Pádua

Pela internet, muitos questionaram a falta de seguranças no clube. “Uma vergonha o Itaocara Campestre Clube em “Noite Tropical”. Não é a primeira briga que acontece, e agora resultando em morte. Cadê a segurança do local??? Como deixa um cara entrar armado no local? Pessoa paga para se diverti e acontece isso? Isso tem que acabar! Vergonha!!”, postou um morador de Itaocara.

Nossa produção conseguiu falar com a empresa responsável pela segurança no evento. Segundo ela, durante todo evento que tinha previsão de encerramento às 5h da manhã, não houve nenhum problema e tudo correu na mais perfeita ordem. Então, os seguranças foram liberados assim que o evento chegou ao fim, por volta das 5h30. A empresa informou ainda que o crime ocorreu por volta das 06h10.

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *