segunda-feira , 22 outubro 2018

Homem confessa ter matado grávida e se entre à polícia no Rio Katyara estava grávida de cinco meses e foi encontrada morta dentro de casa

Katyara estava grávida de cinco meses e foi encontrada morta dentro de casa

Fotos: Reprodução

O ex-namorado de Katyara Pereira da Silva, que estava grávida e foi morta por asfixia, confessou o crime e se entregou à Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) nesta segunda (13/03).

O homem disse à polícia que teve uma discussão com a mulher e que ela começou a gritar. Ele tentou fazer com que ela parasse e provocou asfixia nela.

A vítima foi encontrada dentro de casa, no Parque São José, com marcas de agressão e um saco plástico na boca. Ela morava com duas filhas, uma de dois anos e outra de 14 anos. Katyara estava grávida de cinco meses e o bebê não resistiu.


Mais do SFn