segunda-feira , 5 dezembro 2016
2

Caso “Bodinho”: homem é condenado por homicídio duplamente qualificado em Cambuci

1
Fotos: Matheus Berriel

O jovem Carlos Henrique Zanadi Amorim, de 26 anos, foi condenado ontem (18.08) por homicídio duplamente qualificado contra o carroceiro Rosemilton de Moraes Machado, conhecido como “Bodinho”, morto no ano passado, na localidade da Bóia, em Cambuci. Na ocasião, “Bodinho”, que tinha 48 anos, teve seu corpo encontrado dentro do Rio Paraíba do Sul, sem a cabeça, que até hoje não foi encontrada. Segundo as investigações, o corpo só foi achado dois dias depois de jogado no rio.

Corpo decapitado é encontrado boiando no Rio Paraíba do Sul em Cambuci

A condenação foi proferida em sentença pelo juiz titular da vara de Cambuci, Paulo Vitor Siqueira Machado, após quase 10 horas de juri popular, somando audiência com quatro testemunhas de acusação e interrogatório do réu, além do debate do promotor do Ministério Público, Carlos Felipe, com o defensor público, Francisco Josiel.

3Durante o interrogatório, Carlos Henrique se emocionou ao negar ter cometido o homicídio, voltando atrás em uma declaração que tinha feito anteriormente, quando foi preso em São Gonçalo e confessou o crime. Segundo o réu, ele havia confessado para preservar sua mãe, Luciana, que estaria indevidamente presa por uma possível participação. No entanto, a alegação não convenceu os jurados.

A pena de Carlos Henrique foi afixada em 14 anos e 7 meses de reclusão, sob regime fechado, sendo 12 anos e 6 meses pelo crime em si, e mais um sexto pelas qualificações de motivo torpe, que seria a disputa pelo comércio de drogas, e de impossibilidade de defesa da vítima, que crime cambuci preso 2foi imobilizada, amarrada, decapitada e morta.

Além de Carlos Henrique, acusado principal, o caso ainda conta com outros quatro réus, entre eles o jovem Hércules, irmão de Carlos Henrique co-autor do crime, na época menor de idade, que foi julgado anteriormente e está cumprindo prisão. Os outros envolvidos são Luciana Zanadi, mãe dos dois rapazes, Vanessa de Souza, ex-companheira de Carlos Henrique, e Sueli Faria, companheira de Hércules.  Dos três, apenas Vanessa está solta, tendo contra si um mandado de apreensão.

Reveja outras matérias sobre o caso que o SF Notícias acompanha desde o início.

Exclusivo: Polícia revela detalhes de crime que chocou Cambuci

Preso em São Gonçalo acusado de homicídio em Cambuci 

Acusado de homicídio em Cambuci é transferido para presídio em Itaperuna 

Adolescente pode ser apreendido novamente por homicídio em Cambuci 

crime cambuci preso 1

SFn