Homem é internado com suspeita de coronavírus em Cambuci Segundo a Defesa Civil, o paciente segue internado em isolamento

Segundo a Defesa Civil, o paciente segue internado em isolamento

Fotos: SF Notícias

Um homem foi internado no hospital de Cambuci com suspeita de ter contraído o novo coronavírus. A informação foi confirmada ao SF Notícias pelo secretário municipal de Defesa Civil, Eduardo Werneck Paes. Segundo ele, o paciente, que tem entre 30 e 40 anos, deu entrada na última terça-feira com febre, dificuldade respiratória e tosse, e o quadro se agravou. Ele segue internado em isolamento no Hosital Moacyr Gomes de Azevedo. Ainda de acordo com o secretário, o material para exame já foi colhido e será encaminhado durante a madrugada para o laboratório de referência do Estado, o Lacen-RJ, que encaminha também para a Fiocruz, de acordo com o protocolo da Secretaria de Estado de Saúde (SES). A orientação dos órgãos de saúde é para que os moradores só procurem os hospitais em caso de emergência, evitando assim aglomerações e risco de contágio (continua após a publicidade)

Até o momento, a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro registrou 66 casos confirmados de coronavírus (Covid-19) no estado do Rio de Janeiro. Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira: Rio de Janeiro (56), Niterói (7), Barra Mansa (1), Guapimirim (1) e Miguel Pereira (1). Duas pessoas morreram, sendo uma em Niterói e outra em Miguel Pereira. Uma das vítimas é um idoso, morador de Niterói, que era diabético e hipertenso e apresentou os primeiros sintomas, como febre, tosse e mialgia, no último dia 11 de março. Ele teve contato com caso confirmado que viajou para o exterior. O material para análise deu entrada no Lacen (Laboratório Central Noel Nutels) nesta quarta e foi confirmado no início da tarde de hoje. A segunda morte é de uma mulher de 63 anos, moradora de Miguel Pereira. Ela apresentava comorbidades e fazia parte do grupo de risco para a Covid–19. A mulher, diabética e hipertensa, apresentou sintomas no último dia 15. Deu entrada em uma unidade de saúde do município no dia 16, apresentou piora no quadro e veio a óbito na última terça, mesmo dia que o material chegou para a análise do Lacen. Ela era empregada doméstica teve contato com a patroa que esteve na Itália e estava com a doença.

Mais do SFn