quinta-feira , 23 novembro 2017

Homem sonha em reencontrar irmão que não vê há 50 anos após serem adotados por famílias diferentes em Aperibé Desde o ano de 1962, Carlito não vê seu irmão Adilson, e a família que o criou também não tem notícias dele

Desde o ano de 1962, Carlito não vê seu irmão Adilson, e a família que o criou também não tem notícias dele

Adilson quando mais novo e na última foto que enviou à família que o criou. Fotos: Arquivo pessoal

Por volta do ano de 1962, dois irmãos, moradores de Aperibé, no Noroeste do Rio, se separaram ao serem adotados por famílias diferentes. Um deles, Carlito Velasco, foi adotado pelos pais de Ivalda Sardinha e desde então nunca mais viu o irmão.

Na época, os pais de Ivalda moravam na zona rural, na localidade de Japona, quando conheceram o pai biológico de Carlito. A mãe do menino havia falecido e eles o adotaram, se mudando para a cidade posteriormente.

Carlito está há quase 50 anos sem ver o Adilson Velasco da Silva, que segundo Ivalda, deve ter aproximadamente 60 anos. Uma senhora que o criou, chegou a receber uma foto do mesmo, mas em uma enchente, o envelope com o endereço foi destruído.

Ao SF Notícias, Ivalda conta que Adilson não está mais na região, que sua família já o procurou e que nem a família que o criou tem notícias dele. Ela relata que seu irmão de criação quer reencontrá-lo e apresentar o filho, que também sonha em conhecer o tio biológio. Aqueles que tiverem alguma informação sobre Adilson podem entrar em contato com Ivalda pelo número (22) 9-99832-0660.


Mais do SFn