Homem tem ataque de fúria, agride médica e depreda hospital de Cordeiro Segundo a polícia, as vítimas contaram que o motivo seria uma suposta demora no atendimento ao pai dele

Segundo a polícia, as vítimas contaram que o motivo seria uma suposta demora no atendimento ao pai dele

Fotos: redes sociais

Um homem teve um ataque de fúria e depredou portas e outros objetos do Hospital Antônio Castro, em Cordeiro. O caso aconteceu na noite deste domingo e foi registrado na 154ª Delegacia Legal do município. Durante a confusão, uma médica teria sido agredida. Na delegacia, ela pediu pela investigação do crime de lesão corporal. De acordo com a Polícia Civil, o homem ficou em silêncio na delegacia e disse que só falaria em Juízo, mas segundo as vítimas (profissionais do hospital), o motivo do quebra-quebra seria uma suposta demora no atendimento ao pai dele. Já nas redes sociais, algumas pessoas falaram que o motivo seria que o homem não queria passar pelo processo de triagem adotado pelo hospital devido à pandemia do coronavírus.

O homem acabou quebrando vidros de portas e placas de acrílico. A Polícia Militar foi acionada e os envolvidos encaminhados para a delegacia da cidade, onde prestaram depoimento e foram liberados. Um inquérito foi instaurado para investigar o fato e o acusado será indiciado por dano ao patrimônio público. Ele também pode ser indiciado por lesão corporal caso seja confirmada a agressão a médica. Assim que o inquérito for concluído, ele será encaminhado ao Ministério Público que irá analisar e decidir se oferece denúncia.

Mais do SFn