sexta-feira , 9 dezembro 2016
hospital 2

Hospital convida população para debater situação financeira e seu possível fechamento

Fotos: São Fidélis Notícias
Fotos: Matheus Berriel / Vinnicius Cremonez

A Associação Hospitalar Armando Vidal está convidando todos os seus associados, funcionários, lideranças religiosas, autoridades públicas e toda a população fidelense para uma reunião onde será debatido a situação financeira e o iminente encerramento das esdrftgyuatividades do hospital.

Dentre os temas que serão debatidos, está a aberturas de contas, o demostrativos de receitas advindas da ‘antiga’ contratualização do contrato de emergência e maternidade com a Prefeitura de São Fidélis e dos recebimentos de procedimentos particulares e convênios.

Também será feita a apresentação das dívidas  correntes e consolidadas, além da ex´posição da situação e condições médicas. A reunião irá acontecer na próxima quarta-feira (25/11), às 2o horas, no Salão Nobre do Colégio Estadual de São Fidélis.

No dia 12 de agosto, em uma coletiva de imprensa, o conselho deliberativo do hospital anunciou que iria entregar ao poder público os serviços de urgência e emergência, além da maternidade. Na coletiva o hospital alegou que não havia mais possibilidade de sustentar os serviços devido os baixos valores repassados pela prefeitura e pelo SUS.

diretores do hospitalNaquele dia, o então o vice presidente o hospital Nelson Navega, informou que apesar de estarem em dia, o repasse da prefeitura não é suficiente para operar o sistema. “Em 2012 a prefeitura repassava 330 mil por mês para o hospital. Hoje o repasse é de 175 mil reais.”

Outro problema enfrentado pela instituição, são os baixos valores repassados pelo SUS – Sistema Único de Saúde, que em geral, seus repasses são 75% menores do que o custo real dos procedimentos médicos. Na coletiva foi informado que o hospital possuía uma divida de 2 milhões de reais que cresce a cada mês por um déficit mensal de 290 mil. “Ou a gente para com esses serviços, ou perdemos o hospital inteiro!”

A situação se estendeu e foi parar no Ministério Público Estadual, onde ficou decidido que a Prefeitura de São Fidélis irá assumir os serviços.

fachada Hospital /Manuela Escalla

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *