segunda-feira , 18 dezembro 2017

Hospital Fechado: Cambuci vive dias de caos na saúde pública

Fotos: Manuela Escalla
Fotos: Vinnicius Cremonez

Nossa equipe de reportagem voltou ao município de Cambuci para acompanhar mais um dia da novela envolvendo o único hospital e a prefeitura da cidade.

Dessa vez, a situação é ainda mais crítica, pois o Hospital Filantrópico Moacyr Gomes, que atendia uma média de 150 pacientes por dia, fechou as portas definitivamente na noite de ontem (01).

Quem sofre com essa situação, é a população que precisa procurar atendimento médico em hospitais de cidades vizinhas, como São Fidélis e Itaocara.

novo hospital 2Chegando ao local, nossa equipe encontrou funcionárias em frente a unidade que está de portas fechadas, e indignadas relataram que as pessoas que estavam de plantão na noite anterior foram ao fórum da cidade, pelo fechamento que aconteceu na manhã de hoje (2), e ainda comentaram sobre a morte de um paciente identificado como José Merenda, que após ser transferido para o hospital de Itaocara na segunda-feira (30), acabou falecendo hoje, e também da morte de um bebê de seis meses que morreu no próprio hospital de Cambuci.

novo hospital 3Segundo Mario Luiz, que faz parte da Associação do Hospital, o fechamento foi determinado através de uma Assembleia feita pela Associação, por não terem conseguido um acordo com a prefeitura, sendo feito inclusive uma última reunião ontem com o prefeito na tentativa de uma nova negociação.

O reflexão dessa situação caótica, foi comprovado quando Cassia Pessanha, de 26 anos, chegou ao hospital com sua filha, de 3 anos de idade. desesperada em busca de um atendimento pela criança que estava com fortes dores no estômago e vômitos, Cassia se deparou com a unidade fechada e tendo que retornar para casa sem atendimento.  “É um absurdo isso acontecer. Vou ter que levar minha filha para Itaocara. É inacreditável”. Cassia foi em direção ao terminal rodoviário pegar um ônibus para ir em Itaocara tentar atendimento.

novo-hospital-4 (1)De acordo com Elisete Mota, funcionária do Hospital há 24 anos como Auxiliar de farmácia, tudo começou quando uma funcionária da portaria recebeu uma ligação da Diretora do Hospital, que determinou o fechasse o Hospital em imediato, e que todos os funcionários deveriam se retirar e a chave da unidade fosse entregue ao dono de um estabelecimento em frente.

“Nós funcionários só temos uma ATA da direção do hospital, não nos apresentaram nada oficial, e já faz um tempo que não recebemos pacientes por falta de recursos, mas por vezes alguns continuavam vindo para a unidade.  Por isso conseguimos uma parceria com os hospitais da região, só que infelizmente têm acontecido muitas mortes e estamos nessa luta desde novembro do ano passado”, relatou a funcionária.

novo hospital 5Ela disse ainda, que os funcionários continuaram a vir para o hospital por terem que cumprir seus horários e de certa forma tentarem conseguir seus direitos através da ação de uma promotoria.

O secretário de Saúde Agnaldo Peres Melo disse que seu filho, o Prefeito, está no Rio de Janeiro tentando reaver a situação do hospital e que está preparando o único posto de Saúde da cidade para atender os pacientes da cidade. Além disso, o secretário disse que ambulâncias serão disponibilizadas para fazer transferências de pacientes para hospitais mais próximos, como Itaocara, São Fidélis e Santo Antônio de Pádua.

novo hospital 6Nossa equipe foi até a única unidade de saúde do município, que funciona até às 16h, mas que vai passar a funcionar 24h enquanto o hospital estiver fechado. A responsável para unidade que não quis se identificar, afirmou que o secretário está tentando organizar o local para que consigam fazer os atendimentos, e que já possui um medico disponível na unidade. Nossa equipe não foi autorizada a fazer fotos dentro da unidade, pois a responsável pedia para se aguardasse resolver todo estrutura para que o local pudesse funcionar adequadamente.

Essa não foi a primeira vez que nossa equipe foi até Cambuci acompanhar de perto essa situação que já se arrasta desde setembro do ano passado quando a prefeitura teria deixado de repassar os recursos do convênio firmado com o hospital. Veja abaixo outras matérias feitas por nossa equipe no hospital.

*Cambuci: acordo na justiça mantém atendimento de urgência e emergência

* Hospital público de Cambuci poderá fechar a qualquer momento

Hospital de Cambuci foto Vinnicius Cremonez

 


Mais do SFn