Idosa está internada com suspeita de H1N1 em São Fidélis; Outros dois casos foram descartados após exames Moradora de São Fidélis passou por uma consulta em Pádua e foi transferida de Pádua para o Hospital Armando Vidal na segunda (27)

Moradora de São Fidélis passou por uma consulta em Pádua e foi transferida de Pádua para o Hospital Armando Vidal na segunda (27)

Fotos: SF Notícias

O Departamento de Vigilância em Saúde de São Fidélis já recebeu três notificações neste ano, de casos suspeitos de gripe H1N1. Segundo a pasta, dois deles foram descartados, pois os exames deram negativo para a doença.

O outro caso segue em investigação, sob suspeita. A paciente é uma mulher, de 63 anos, que veio transferida de Santo Antônio de Pádua e deu entrada no Hospital Armando Vidal na tarde da última segunda-feira (27/05). Segundo a direção do hospital, a idosa é fidelense e teria passado por uma consulta em Pádua. Por solicitação da família ela foi transferida para a UTI do Armando Vidal.

O material coletado para a realização do exame que indicará ou não a presença do vírus foi encaminhado para um laboratório no Rio de Janeiro. Os resultados devem sair em cinco dias.

A vacina, que protege contra três vírus da doença, inclusive o H1N1, segue disponível nos postos do município para o público-alvo, até o dia 15 de junho, já que a campanha foi prorrogada pela Secretaria de Estado de Saúde.

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), idosos, gestantes, mães com até 45 dias após o parto, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade devem se vacinar. A vacina também está sendo ofertada aos professores das escolas públicas e privadas, além de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.


Mais do SFn